2nd South
Este fórum contém material para adultos,
destinado a indivíduos maiores de 18 anos.

Se você não atingiu ainda 18 anos,
se este tipo de material ofende você,
ou se você está acessando a internet de algum país
ou local onde este tipo de material é proibido por
lei, NÃO PROSSIGA!!!

Os autores e patrocinadores deste fórum não se
responsabilizam pelas conseqüências da decisão do
visitante de ultrapassar este ponto.

The Oldline

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  Katarina Alves em Dom Jan 13, 2019 6:12 pm


Katarina Alves
Noite de Folga
"Beber, dançar e quem sabe ter alguma ligação naquela cidade."



ㅤㅤㅤKatarina teve um pequeno sobressalto com a chegada de Laura Matsuda, mas mesmo assim manteve a conversa com a mulher. Quando ela foi responder a mulher seus olhos acompanharam a chegada das outras convidas e acenou com a cabeça para Laura apontando elas.
ㅤㅤㅤ── Eu pensei que não ia aparecer ninguém por aqui hoje. - ela falava virando o resto da bebida que tinha em mãos.
ㅤㅤㅤQuando a ruiva se aproximou das duas, a brasileira deu espaço para as duas e foi pegar outra rodada de bebida para as todas elas e uma dose dupla de uísque para si. Ela gostava muito de festas, desde que pudesse ter sua bebida.
ㅤㅤㅤ── Mais uma rodada para a festa privada aqui de cerveja e vodca, para mim uísque duplo. - ela fala virando-se para encarar o show que tinha no palco.
ㅤㅤㅤQuando ela recebeu a bandeja com o pedido que havia feito, ela levou para as mulheres colocando na mesa e foi para o canto menos agitado onde havia um banco alto para sentar e tomar sua bebida observando o que acontecia.




Katarina Alves
Katarina Alves
Visitante
Visitante

Aniversário : Desconhecido
Lugar de Origem : Brasil
Mensagens : 30
Data de inscrição : 23/02/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  Łauraணatsuda❝єlєтяicGiяl❞ em Dom Jan 13, 2019 8:21 pm



єlєтяic
Łaura ணatsuda
Giяl



ㅤㅤㅤㅤㅤA lutadora de jiu-jitsu sorriu ao seguir o aceno da sua conterrânea e ver que o pessoal tinha se comprometido em aparecer para a festa. Ela observou que não havia nenhuma bebida que ela poderia consumir até perceber uma garçonete passando com uma bandeja diversificada.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Você está levando para alguém especifico? - ela para a mulher e pergunta aproximando o rosto do dela para ser ouvida.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Não, foram reclamar que fizeram as bebidas erradas, não tem vodka. - respondia para continuar seu caminho.
ㅤㅤㅤㅤㅤMas Laura impediu e pegou uma bebida dela falando que pagaria por aquela que havia pego, para a garota colocar na conta da mesa que estava sendo contabilizada pra ela. Foi nesse momento que Lilith apareceu ao seu lado, ela bebia um gole da bebida e sorria para a mulher de Terry.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Bem ‘sussa’ - ela responde em português para saber a cara que a mulher faria.
ㅤㅤㅤㅤㅤMas logo a mulher parecia a animação em pessoa, a puxando para uma dança que ela não tinha motivo nenhum para recusar, afinal era para dançar e conversar que ela havia saído de casa.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Eu nasci preparada para dançar, garota! - a brasileira respondia rebolando e empurrando a ruiva com a bunda em resposta ao movimento dela.
ㅤㅤㅤㅤㅤQuando Matsuda ouvia uma música e deixava a mesma passar por seu corpo, entrar em sua mente e tomar conta de si. Ela não percebeu mas ficou dançando ali várias músicas seguidas, não sabia quem mais acompanhava seus passos, vez ou outra ela via um borrão vermelho próximo, mas não podia afirmar que era Lilith, mas continuou sua dança, seu corpo suando e ela sorria indo para perto do borrão vermelho que entrava em seu campo de visão.


єlєтяic
Łaura ணatsuda
Giяl


Łauraணatsuda❝єlєтяicGiяl❞
Łauraணatsuda❝єlєтяicGiяl❞
Árbitro
Árbitro

Aniversário : 30 de Julho
Lugar de Origem : São Paulo, Brasil
Mensagens : 90
Data de inscrição : 01/12/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  Rosε Yαgαmι ▬ Andɾoιd 21 em Ter Jan 15, 2019 1:48 am




Android 21
"Don't bother me and don't get in my way!"
"Finalmente a festa começa!"



ㅤㅤㅤ

Desde o evento de Natal na cidade de Second Southtown que a jovem ruiva ficava animada para esse dia. Androide 21 conheceu várias pessoas que ela sentia que são ótimas pessoas e algumas delas pareciam ser amigas da Número 18 e ela as considerava suas amigas. Durante todo o dia, a ruiva ficou no seu galpão, confeccionando moletons sempre bem animada e com o sonho de transformar a antiga facção do mal Red Ribbon numa franquia de roupas, calçados e o que mais viesse a cabecinha da jovem.

No dia do evento, no período da tarde, a ruiva chegou na casa onde vivia com a loira e sua família, tomou um banho, vestiu um uniforme de treino rosa (semelhante ao que a loira utiliza no torneio do poder) e vai direto para o salão de beleza que Bulma frequentava e pediu que fizesse um corte Chanel que mantinha a franja na parte esquerda do rosto. A ruiva queria que essa fosse uma nova fase da sua vida e decidiu deixar as longas e bagunçadas madeixas de lado para ter um cabelo mais curtinho.


Ao chegar em casa, foi direto para o banho e depois de uns 20 longos minutos, ela correu para o pequeno armário que possuía no quartinho improvisado que ela tinha na casa, pegou uma calcinha de renda rosa com branco e jogou todas as peças de roupas que tinha em cima da sua cama até achar o vestido que ela achava perfeito para a ocasião:
Era um vestido de fenda lateral preto cuja fenda chegava próximo da cintura da jovem e era fixo por um par de presilhas douradas e seu estilo era parecido com um "tomara-que-caia" tendo as costas livres e sendo fixados por finas fitas que se amarravam nas costas. Por cima, preso à parte dos seios, havia um véu que cobria a parte superior dos seios e um pouco abaixo dos ombros e obviamente, a ruiva utilizava por baixo deste vestido um pequeno shortinho preto para manter sua intimidade. Para completar o visual, ela utilizou uma meia calça preta que possui desenhos que parecem tatuagens, um par de argolas de ouro nos pulsos que combina com sua fiel aliança de ouro que ela possui desde o dia em que acordou como Androide, brincos argola também na cor dourada e para fechar, uma gargantilha exatamente igual ao véu do vestido porém com um Rubi como pingente.


Tudo isso aliado ao seu óculos de grau de armação quadradinha e preta que dava um certo realce aos olhos azuis dela.
Ela desceu as escadas com seu salto alto preto nas mãos até se deparar com a #18 já praticamente pronta, apenas esperando a ruiva terminar de se embelezar e pôr seus sapatinhos.

— 18! Estou pronta! — Disse a ruiva indo em direção à loira toda animada.
— Ótimo. Lembra a direção de Second? — Respondeu a loira com sua frieza habitual.
— Sim! Eu lembro sim! —
— Tá. — A loira parou de olhar pela janela e veio de encontro para a jovem que ao sentir o toque da mão da loira, levou os dedos indicador e anelar ao centro de sua testa, fechando os olhos e concentrando em localizar o ambiente até que "zas!", as duas mulheres surgiram instantaneamente na frente do local da festa, uma casa de shows chamada Old Line. O que incomodou a jovem assim que elas chegaram foi os olhares espantados para cima das duas.
— 18, as pessoas estão nos olhando. Eu estou com vergonha... — Ela estava com o rosto completamente vermelho.
— Pare de palhaçada, garota! É só não ligar para essa gentinha! — Para a loira era fácil falar e dizer, ela sempre foi muito durona e ninguém é besta de se meter com ela mas a ruiva era completamente diferente disso e mesmo assim, graças a truculência da #18, as duas chegaram sem muito estresse até dentro do estabelecimento que estava lindo! A ruiva ficou maravilhada com a decoração e o ambiente ali dentro, ela percebeu que já haviam algumas mulheres conversando entre si e até mesmo 18 já conversava com uma ruiva tatuada que ela se lembrava bem - muito por causa do vestido mega chamativo que ela usou no amigo oculto - só não lembrava o nome da mesma e quando ela viu amendoins em uma mesa ainda vazia, já foi se apressando para comer. — 18! Eu vou comer amendoins! — Ela dizia feliz e a loira apenas fez um sinal positivo com o polegar, desta vez conversando com uma morena tatuada que a ruiva lembra de também ter visto no amigo oculto.

Ela sentou comportada na mesa, tentando não devorar todos os amendoins de uma só vez e comer um por um. Ela olhava ao redor e observava as mulheres conversando, 18 conversando e ficava pensando em como ela poderia se enturmar naquela noite tão especial.











Rosε Yαgαmι ▬ Andɾoιd 21
Rosε Yαgαmι ▬ Andɾoιd 21
Visitante
Visitante

Aniversário : 21/12/774
Lugar de Origem : Red Ribbon Army.
Mensagens : 9
Data de inscrição : 03/01/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko em Ter Jan 15, 2019 2:18 pm




Noitada




ㅤㅤㅤㅤOld Line, Second.

ㅤㅤㅤㅤA morena brasileira entrou na dança de um jeito que deixou Lilith surpresa, mas não a fez parar de dançar, ela ficou acompanhando a mulher, vez ou outra seus corpos se esfregavam elas estavam curtindo o som que passava no ambiente.
ㅤㅤㅤㅤA ruiva só se afastava coisa de poucos instantes para pegar sua caneca de cerveja e beber um gole, como elas estavam uma área com uma pequena isolação, ficavam um tanto afastadas da aglomeração da casa de shows. Contudo não foi suficiente para conter os frequentadores muito longe, a casa foi enchendo e as pessoas se apertando no espaço para dançar, a Skyamiko ficou junto de Laura acompanhando a dança por várias músicas seguidas, o folego das duas pareciam não ter fim.
ㅤㅤㅤㅤUns caras que foram se aproximando não foram visto por nenhuma das duas, a brasileira estava rebolando contra a bunda de Lilith quando a demônio sentiu um tapa contra sua nádega direita. Ela olhou para a lutadora de jiu-jitsu que seguia dançando despreocupada, ela não havia feito aquilo, os olhos da ruiva subiu para quem estava ali ao redor. E foi nesse momento que ela reparou que tinha um grupo de homens ali próximo e parecia cercar a festa das mulheres. A russa deu um sorriso malicio.
ㅤㅤㅤㅤ— Isso vai dar merda. – ela murmurou e se inclinou para pegar novamente sua bebida, virando o restante da bebida de vez.
ㅤㅤㅤㅤLilith estava tranquila, ela sabia que cada uma daquelas mulheres ali sabia como se defender contra qualquer um. Homem nenhum forçaria nada ali, poderiam ter algo de quem tivesse afim, fora isso iriam receber uma boa surra.


Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Administrador
Administrador

Aniversário : 30 de Outubro.
Lugar de Origem : Moscou, Rússia
Mensagens : 320
Data de inscrição : 10/08/2017

https://myalbum.com/album/R7bmZc1yVZWF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  一 LAZULI 」 N18。 em Qui Jan 17, 2019 11:13 pm




Android 18
"I'm sorry, but I did not come to fight, I came to win."
"Começa a festa!"



ㅤㅤㅤ
A intenção da loira assim que ela encontrou a ruiva foi não de causar um susto nela mas sim mostrar que estava disposta para participar da brincadeira já que ela tinha certa timidez e não tinha entrosamento com as demais ali presentes exceto à ruiva e mais uma pessoa...
— Os dias que posso. — Respondeu a ruiva, mexendo nos seus belos cabelos e em seguida completou: — Como você está, Zuli? — Esse era o apelido que Lilith deu para a Androide 18 que, particularmente, ela adorou e muito.
— Estou ótima! Melhor agora com tanta gente aqui! ♥️ — Respondeu de imediato a loira, devolvendo o abraço que a ruiva lhe deu.
— Boa noite, mulherada! — Uma morena tatuada passou pelas duas porém logo depois ela retornou. Era Cassy que chegava trazendo consigo algumas canecas de cerveja na bandeja.
— Boa noite, Cassy! — Nesse momento, a loira já tinha soltado a ruiva e por falar nela, Lilith piscou para as duas, retirando-se da entrada do ambiente e deixando ambas sozinhas.
— Oi loira, ainda bem que aceitou o convite para vir, demoraria muito eu te achar em outro canto do planeta. — Elas se cumprimentaram dando aqueles beijos de canto de boca na bochecha e quando a androide ficou de frente para Cassy, a morena ofereceu uma das canecas de cerveja que possuía para 18 que pegou sem pensar muito, dando um curto gole na cerveja. A morena começava a dançar na sua frente como um sinal de que as duas deveriam começar a dançar e isso deixou a loira com o rosto corado devido a sua timidez e mexendo nos cabelos, que era seu "caguete", ou seja, toda vez que ela ficasse com vergonha de algo ela iria mexer nos cabelos e sorrir sem jeito.

— E-eu... não s-sei... dançar... —











一 LAZULI 」 N18。
一 LAZULI 」 N18。
Visitante
Visitante

Aniversário : 08/05
Lugar de Origem : Desconhecido
Mensagens : 13
Data de inscrição : 08/11/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  Łauraணatsuda❝єlєтяicGiяl❞ em Sex Jan 18, 2019 11:29 am



єlєтяic
Łaura ணatsuda
Giяl



ㅤㅤㅤㅤㅤLaura Matsuda foi tirada da euforia da música por um cheiro que chegou até seu nariz. Naquele momento ela só pode definir que era algo adocicado e cítrico e aquilo a deixou mal. Ela se apoiou no corpo de Lilith, que ainda estava ali perto dela. A brasileira não estranhara a aproximação de gente, era o normal dos bailes.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Eu preciso ir ao banheiro. – a brasileira falou para a ruiva.
ㅤㅤㅤㅤㅤE terminando num impulso a bebida que terminava ela foi andando em direção ao banheiro do estabelecimento, que era do outro lado o balcão e também do local que elas estavam.
ㅤㅤㅤㅤㅤA lutadora só teve o tempo de abrir a portinhola de onde ficava ‘escondido’ o vaso sanitário e ela vomitou tudo que havia comido em casa e a bebida que também tinha ingerido na festa. Aquele cheiro foi o suficiente para deixar a morena com mal estar.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Porra! - ela xinga em português.
ㅤㅤㅤㅤㅤLaura estava frustrada por aquilo encerrar sua noite mais cedo do que ela pretendida terminar. Passava somente pouco mais das duas horas da manhã, ela não teve nem tempo para conversar com todas, mas se aquele cheiro ainda tivesse no redor das garotas não teria como continuar. A brasileira lavou o rosto e voltou para a festa, ficando em um lado diferente do anterior para não ter que sentir novamente aquele aroma.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Não acredito que os caras não apareceram por aqui para ficar de olho, Duck apagou antes de eu sair de casa, pensei que era fingimento dele. – ela comentou com Lilith e deu uma risada pegando a bebida que havia pedido.

єlєтяic
Łaura ணatsuda
Giяl


Łauraணatsuda❝єlєтяicGiяl❞
Łauraணatsuda❝єlєтяicGiяl❞
Árbitro
Árbitro

Aniversário : 30 de Julho
Lugar de Origem : São Paulo, Brasil
Mensagens : 90
Data de inscrição : 01/12/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko em Sex Jan 18, 2019 8:39 pm




Noitada




ㅤㅤㅤㅤOld Line, Second.

ㅤㅤㅤㅤA russa acabou se surpreendendo com a súbita mudança de comportamento de Laura, ela parecia mudar de cor do nada em sua frente. Quando a ruiva pensou em acompanhar a brasileira, ela já estava pedindo que ela fosse atrás de uma bebida para ele e se embrenhava em meio a multidão em direção ao banheiro. Como a demônio tinha somente bebido cerveja até o momento, pediu duas águas com gás, limão e gelo.
ㅤㅤㅤㅤO que as outras mulheres faziam ficava na visão periférica da ruiva, foi quando ela se aproximou de uma mulher que estava devorando amendoins e a chamou para que se levantasse. Caso está fosse, a Skyamiko já estaria próxima de Katarina começando uma conversa com a mesma.
ㅤㅤㅤㅤ— Não curte dançar? - ela fala olhando para Cassy e Zuli.
ㅤㅤㅤㅤA intenção da russa era juntar as duas que estavam separadas num canto, que estas interagissem entre si, conversassem ou, pelo menos, sentassem perto uma da outra para beber.
ㅤㅤㅤㅤ— Vocês duas poderiam fazer isso, não é? - ela falava apontando para a mulher que estava com cheiro de amendoins. Foi quando Laura reapareceu, aparentando estar melhor, mas não como estava antes.
ㅤㅤㅤㅤEla estendeu a bebida da morena e acompanhou ela até próximo a um daqueles bancos altos próximos do balcão.
ㅤㅤㅤㅤ— Aconteceu algo? Você não parece bem. - ela pergunta percebendo a coloração do rosto da mulher.
ㅤㅤㅤㅤMas a brasileira faz um comentário aleatório sobre os homens não estarem por ali e Duck ter dormido antes dela sair de casa.
ㅤㅤㅤㅤ— Ah! Pedi ao Terri para ficar com o Jack, mas também não sei se ele iria fazer isso ficando em casa ou aprontando pela rua. - a russa comentou passando as mãos nos cabelos jogando-as para trás.
ㅤㅤㅤㅤAlguns fios estavam colados em sua pele suada após a dança que ela fizera com Laura, as horas num lugar de diversão passava mais rápido que podia-se imaginar. Ela ficou batendo papo com a lutadora por um bom tempo, quando notou seus seios mais doloridos e percebendo uma veia marcando sua pele no seio esquerdo. Pareciam que explodiria de tanto leite.
ㅤㅤㅤㅤ— Jack está com fome. Então deve ser umas quatro e vinte da manhã já. - ela murmura olhando para o lugar, que parecia estar mais vazio do que o momento em que elas estavam dançando.


Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Administrador
Administrador

Aniversário : 30 de Outubro.
Lugar de Origem : Moscou, Rússia
Mensagens : 320
Data de inscrição : 10/08/2017

https://myalbum.com/album/R7bmZc1yVZWF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  ༒ ℭassy em Sab Jan 19, 2019 10:23 am

Cassyana somente sorriu para a loira que estava envergonhada por não saber dançar.

- Isso pode ser ensinado e não tem essa de não saber dançar, provavelmente você nunca tentou.

A morena puxou a loira para longe das mesas e do balcão e começou a dançar com ela. A música colaborava para um ritmo rápido e ao mesmo tempo sensual. E foi que Cassy fez, passando sua bunda contra o corpo da outra mulher, depois a segurando pela cintura e a conduzindo para rebolar também com a bunda contra seu corpo.

A noite passou que a fotografa não prestou nem atenção, só estava curtindo a dança, o papo e as bebidas com aquela mulher incrível que havia conhecido. E a cima de tudo, estava totalmente relaxada em conseguir naquela noite transar com ela. Pelo menos ela não deixou de corresponder nenhuma investida da morena tatuada.

Quando ela notou o horário e sabendo que logo o Old Line fecharia, Cassy foi despedir do pessoal que estava atendendo e principalmente agradecer a garota que cobriu seu turno. E como ela estava de folga, podia sair dali de imediato, sem ajeitar nada e nem esperar todos se retirar. Foi cochichando no ouvido de Lazuli que ela fez o convite para que a mesma pudesse lhe acompanhar.

- Podemos ir até minha casa o que acha? - ela fala com a boca colada na orelha da loira.
༒ ℭassy
༒ ℭassy
Visitante
Visitante

Aniversário : 22 de Abril
Lugar de Origem : Desconhecido.
Mensagens : 62
Data de inscrição : 02/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Introdução.

Mensagem  Estela "Analu" Pérez em Qui Mar 07, 2019 10:41 am






A corrente mudança humana.
Houston – Texas.
Março/2019.
Manhã.


ㅤㅤㅤO apartamento era invadido pela luz do sol, quem o habitava naquele momento era somente uma mulher, negra, na casa dos seus vinte anos. Seus longos cabelos trançados estavam cobrindo boa parte da cama e seu corpo nu contrastava com o branco dos lençóis. O calor percorreu sua pele e a claridade ofuscou seus olhos ainda fechados. Aos poucos, Estela Pérez, acordava. Depois de abrir os olhos, revirar-se na cama, o barulho do despertador enchia o cômodo. “Bip bip bip bip” a mão da mulher ia até o aparelho o desligando e logo saia da cama. O estado de letargia do sono para o de atividade mudou assim que a mulher ergueu-se. Pegando um controle, ligou a televisão, enquanto as notícias preenchiam o silêncio ela ia para o banheiro com um tablete em mãos. Ao começar a verificar seus e-mails, Estela colocou um ponto eletrônico no seu ouvido, era um microfone e fone sem fio, ela usava para fazer chamadas no aparelho que estava usando no momento. Enquanto aprovava as decisões tomadas por sua irmã na empresa, através de relatórios que estavam diante de seus olhos, o mijo e a merda caiam dentro do vaso, a texana não podia perder tempo, sempre fazia sua rotina daquele modo, trabalhando o corpo e a mente ao mesmo tempo. Entrando no aplicativo secreto da CIA, a mulher pode verificar que sua mudança de cidade havia sido aprovada, como a negra estava um passo a frente das decisões burocráticas da agencia, ela já tinha sua passagem reservada. Saindo do aplicativo e indo para os contatos, iniciou uma chamada, enquanto o telefone não era atendido, Estela passava o papel pela boceta e o cu, jogando na lixeira e levantando do sanitário apertando o botão da descarga. – Cassy! Chegarei aí por volta das vinte e uma horas. – ela fala levando o aparelho para apoiar sobre a pia, enquanto escutava a amiga do outro lado, a negra texana começava a escovar os dentes, cuspindo na pia o excesso de pasta da boca e levando um copo com água aos lábios para fazer o enxague. – Sim, não tem problema nenhum, busco as chaves com você. – a informação recebida era que a croata estaria no trabalho e não poderia ir até o aeroporto recebe-la. A ligação não demorou no tempo que se despedia da amiga, Estela aprontou um coque em seu cabelo para poder tomar banho sem molhar os fios.



Aeroporto, Texas.
Tarde.


ㅤㅤㅤA negra saiu do carro em frente ao edifício que compreendia o aeroporto da cidade, com um conjunto que compreendia uma saia preta e uma blusa branca, acompanhada de acessórios, óculos de sol, bolsa, colar e brincos. Ela aguardou o motorista do Uber lhe entregar sua bagagem e seguiu puxando a mala. Faltava uma hora para seu voo decolar, era tempo suficiente que Estela precisava para fazer o check-in e almoçar. Olhando em seu relógio de pulso a mulher confirmava a hora, eram três e meia da tarde. No balcão de atendimento da empresa aérea, fez o despacho da bagagem após confirmar presença no voo. Indo para a área de embarque, a texana caminhou calmamente para um dos restaurantes que havia ali, pedindo um prato executivo com churrasco. Enquanto aguardava, ela verificava novamente como estava sendo os procedimentos na nova cidade para abrir o escritório da sua empresa de construção, aquilo deveria ser algo a mais para os moradores da cidade. Contratar mão de obra especializada em construção e conseguir terrenos para a construção de condomínios e também algum pedido para demolição e reconstrução de alguns prédios. As regiões marcadas no mapa da cidade que lhe fora enviada eletronicamente e que a equipe haviam dado como boas áreas de uso compreendia um bairro com um numeroso numero de prédios abandonados quase no centro da ilha, com um nome um tanto que ameaçador até e outra área era uma vasta região que poderia ser construída um condomínio de luxo mais ao continente próxima a um aérea militar pouco utilizada. Durante a análise da papelada e aprovar mais alguns relatórios, Estela concluía também sua refeição, sempre fazendo múltiplas tarefas, a mulher negra pagou a conta e se retirou já indo para próximo do portão de embarque. A moça havia deixado aviso, o voo teria uma escala em Nova Iorque, o que deixaria o voo mais longo que às duas horas e vinte e seis minutos que havia sido verificado anteriormente. Às quatro e cinco da tarde, Estela deixava o Texas em direção a Second Southtown, na Flórida.


Old Line, Second.
Noite.


ㅤㅤㅤO cansaço surgiu no corpo da mulher, o voo não poderia ter sido mais exaustivo e ainda Estela não conseguiu pregar os olhos enquanto estava no ar. Talvez um pouco de ansiedade por conta do novo lugar. Ou talvez por ter uma missão estipulada pela CIA que ia além do que ela já fazia como analisadora de perfis criminosos, ali ela deveria estar vigiando sua até então amiga, Cassyana Lavka. As duas haviam se esbarrado numa viagem de negócios feita por Estela no exterior, a morena chamou atenção da outra pelo seu ar tranquilo e juvenil tirando fotos pelas ruas de uma cidade italiana. Enquanto seguia caminho dentro de um táxi para o trabalho da amiga, aquelas imagens do passado estavam em sua mente. – Uma missão difícil. – concluiu a negra ao sentir o carro parar. Pagando o motorista e levando consigo sua mala, a texana entrou no estabelecimento, Cassy havia falado que era uma casa de shows, mas ainda sim foi surpreendida, sua imaginação não fora tão além do básico. Com a informação que a croata estaria no balcão, Estela caminhou até a mulher abrindo caminho entre os frequentadores do local. – Ei, Cassy! – ela gritou ao avistar a morena e acenar. – Estélita! – a outra tentava usar um sotaque latino para falar o apelido da outra, mas sempre soava engraçado aos ouvidos de Estela aquela forma dela falar. – Como você está! Foi boa a viagem? – ela já chegou questionando enquanto abraçava a negra. – Cansativa, para ter um resumo da opera. Estou bem, espero que tudo de certo para os negócios por aqui. – ela sorria dando um beijo na bochecha da amiga. – Aqui está a chave. – Cassy puxou de um bolso um molho com cinco chaves e entregou nas mãos da texana. – Storm e Pirata estão em casa, mas vocês já são conhecidos. – ela comenta sobre os cachorros que cuidava. – Ah! Aqui está o endereço, só falar para um carro de aluguel que lhe deixam na porta do prédio. – ela concluiu a explicação com um grande sorriso. – E você chega que horas em casa? – Estela pergunta retribuindo o sorriso. – Não me espere, só depois das três da manhã. – Cassy ficou pensativa por um tempo e acrescentou para a negra. – Durma na minha cama, esqueci de ajeitar as coisas no outro quarto para você, amanhã arrumamos isso. – ela falou ficando um pouco sem graça pelo esquecimento de preparar uma cama para a mulher. – Sem problemas, você sabe que sempre dou meu jeito. Eu vou indo, estou bem casada, se não ficaria mais um pouco. Obrigada por me receber. – Estela abraçou novamente a croata e depois da despedida a mulher dirigiu-se para o endereço dado.


Estela
Estela "Analu" Pérez
Visitante
Visitante

Aniversário : 4 de Abril
Lugar de Origem : Houston, USA.
Mensagens : 1
Data de inscrição : 02/03/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

Feliz Aniversário, Vagabundo Safado.

Mensagem  Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko em Sex Mar 15, 2019 3:16 pm


Venha Curtir.




ㅤㅤㅤㅤAniversário, Terry. Old Line, 2nd.

ㅤㅤㅤㅤAquela cidade sempre atraia, parecia um ímã que puxava Lilith para ela, não importava em que canto do mundo ela estivesse, um dia ela amanheceria de novo em Second Southtown.
ㅤㅤㅤㅤO choro veio até seus ouvidos e ela despertou, uma vontade enorme de ficar na cama a fez rodar no colchão e passar a mão no rosto. O choro continuou, mais fraco, a memória despertou na mente da ruiva.
ㅤㅤㅤㅤ— Jack. - a voz dela saiu enquanto ela levantava de modo automático.
ㅤㅤㅤㅤA russa tivera uma noite agitada, uma rápida olhada lhe fez conferir que o marido não estava ali. Pegando a criança desceu as escadas para o andar inferior e em direção a cozinha, o cheiro de café era forte.
ㅤㅤㅤㅤ— Qual o problema de vocês com roupas? - a voz da loira parecia como se estivesse atrás de um vidro.
ㅤㅤㅤㅤ— Atrapalha foder. - foi a resposta da outra.
ㅤㅤㅤㅤA Skyamiko foi pegar uma caneca de café, o filho estava em seu peito mamando e a filha de Terry saía dando de ombros para qualquer outro lugar na casa. A ruiva sentou-se na cadeira e começou a tomar goles do café, seus olhos vagavam pelo ambiente e foi nesse momento que ela fitou um calendário na porta da geladeira. Primeiro ela pensou quem poderia ter pregado aquela porcaria ali e depois ela conferiu o mês e o dia.
ㅤㅤㅤㅤO menino soltou o seio que ele havia terminado, ela trocou ele de lado e deixando a caneca com um pequeno fundo de café foi para o andar de cima. Ao topar com Anita comentou com a garota despreocupada.
ㅤㅤㅤㅤ— Tem festa hoje de novo. - o sorriso de satisfação no rosto de Lilith era grande.

ㅤㅤㅤㅤE lá estava ela, a agitação. A ruiva estava no meio das pessoas, dançando, o calor envolvendo seu corpo e ao mesmo tempo saindo dela para seu redor. Era dia de festejar, o Old Line tinha um ambiente perfeito para se fazer uma festa surpresa, era onde ela estava. Mesmo sem saber se as pessoas convidadas apareceriam, mesmo sem saber se o marido receberia o recado para estar lá. Lilith já estava comemorando.
ㅤㅤㅤㅤEla dançava sem preocupações, os olhos fechados, os cabelos sendo jogados de um lado para o outro. Seu corpo passava em outros e era isso que mais a deixava eufórica. E claro, as doses de vodka que ela bebia. A ruiva foi envolvida num aglomerado de pessoas que estavam curtindo a vibe da música.
ㅤㅤㅤㅤ— Uhul! - o grito saía de seus lábios e ela pegava mais um copo e virava, dessa vez ela não fez tanta questão de conferir qual bebida era.
ㅤㅤㅤㅤA música mudou, colocaram uma mais lenta, a mulher fez uma careta e com as mãos erguidas, como se estivesse em rendição, caminhou para o balcão evitando trombar nas pessoas, sem sucesso nenhum na maioria dàs vezes.
ㅤㅤㅤㅤ— Vodka pura, dose dupla. - ela sentava em um dos bancos e girava para encarar a porta enquanto esperava.


Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Administrador
Administrador

Aniversário : 30 de Outubro.
Lugar de Origem : Moscou, Rússia
Mensagens : 320
Data de inscrição : 10/08/2017

https://myalbum.com/album/R7bmZc1yVZWF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 4 Anterior  1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum