2nd South
Este fórum contém material para adultos,
destinado a indivíduos maiores de 18 anos.

Se você não atingiu ainda 18 anos,
se este tipo de material ofende você,
ou se você está acessando a internet de algum país
ou local onde este tipo de material é proibido por
lei, NÃO PROSSIGA!!!

Os autores e patrocinadores deste fórum não se
responsabilizam pelas conseqüências da decisão do
visitante de ultrapassar este ponto.

The Oldline

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Ir em baixo

The Oldline

Mensagem  Ɽµηηιηɡ☆Ⱳιɭδ☆Steel☆Wölf em Sex Jun 22, 2018 4:08 pm













Ɽµηηιηɡ☆Ⱳιɭδ☆Steel☆Wölf
Ɽµηηιηɡ☆Ⱳιɭδ☆Steel☆Wölf
Vagabundo
Vagabundo

Aniversário : Quinze de Março.
Lugar de Origem : Southtown, Flórida
Mensagens : 188
Data de inscrição : 10/08/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Opening

Mensagem  【D.K】 Kєєρlєя Eиdєαvσυr em Seg Jun 25, 2018 5:12 pm



Em serviço!




Viver se resumia a uma piada algumas vezes. Parar naquele momento e pensar no antes e no agora era completamente cômico: Trabalhar no bar que a mais ou menos dois meses antes quase destruiu. Bem, apenas ele e outra pessoa sabiam da responsabilidade sobre o evento, para os demais? É… Melhor manter sigilo. Não haviam reconhecido a dupla e, muito provavelmente, nunca iriam. Manteve-se fora dos radares por um tempo, chegou a diminuir drasticamente o ritmo dos testes de portais dimensionais enquanto a Old Line estava em reforma e ainda era notícia nos jornais. Contudo, End ja havia feito uma série de entrevistas e deixado currículos pela cidade e, sem saber como, um deles foi parar naquela casa de festas e ele foi chamado.

Keepler tinha experiências com atendimento ao cliente em bar, ele próprio possuía uma taverna e ajudava no serviço “em campo” como um garçom, assim como também fazia mixagem de bebidas e até criava algumas em seu tempo livre, usando uma “pitadinha” de magia. Dessa vez ele iria lidar com todo um maquinário e acervo moderno, algo diferente do seu estilo clássico. Já havia recebido instrução e feito alguns cursos para o primeiro bar que trabalhava, mas ele não tinha uma frequência tão constante quanto a Live House. Em contrapartida, muita gente havia pedido demissão do espaço onde ele teve o embate, com medo de outras eventualidades do mesmo tipo, então ele queria se redimir e indenizar o dono do estabelecimento de alguma maneira. Além do mais, o salário mostrou-se maior, algo que poderia ajudá-lo a adquirir melhores materiais de estudo.


Ao entardecer, arrumou-se para conhecer a Old Line reformada, vestido a rigor para o serviço (Outfit), saiu de casa mais cedo para chegar lá a tempo de mais um Tour e se familiarizar com o ambiente. Por mais que odiasse, dessa vez pegou um táxi para chegar ao lugar, não podia chegar suado e nem se dar o luxo de sujar as roupas novas de trabalho. Trazia consigo uma mochila com produtos de higiene pessoal, guarda chuva, uma roupa reserva, a própria marmita. Sempre fora muito certinho nesse quesito, tentando se precaver de imprevistos ao máximo. Os cabelos penteados para trás e de cara limpa, o homem adentrou no espaço pela porta dos fundos, após se identificar para um segurança. Fora recebido por um ex-funcionário, que estava cumprindo o ultimo dia de seu aviso prévio e ficou responsável por instruí-lo essa noite, uma revisão rápida sobre o que teria que fazer.

[Funcionário]: Oh! Bem-vindo, Senhor Endeavour. Chegou cedo! Está preparado para sua primeira noite de serviço, na reabertura da Old Line?


[Keepler]: Creio que sim, obrigado!



[Funcionário]: Sou o Marcus, é minha última noite aqui. Meu trabalho é te auxiliar nesse primeiro dia. Mesmo que já tenha experiência, pelo que me foi dito, tentarei passar um pouco mais da atmosfera daqui para que se sinta mais à vontade

[Keepler]: Entendi. Bem, vamos indo!?

O tour não foi muito demorado, passaram pelo salão, palco, pista de dança; em seguida depósito de material, cozinha, adega e freezer. O espaço era grande, o cenário numa pegada retro com algumas atualizações estéticas, tudo parecia muito limpo e organizado. Aparentemente, não tinha como se perder segundo as indicações do rapaz; contudo numa festa o caos sempre cai sobre quem está trabalhando e novatos facilmente se perdem, ficam nervosos e podem vacilar em algumas coisas. Keepler passava uma segurança típica de um veterano no ramo, tão calmo que nem parecia ser seu primeiro dia. Ajudou o pessoal da cozinha a arrumar os talheres e esterilizá-los. Deu uma geral no bar atrás do balcão, dando uma averiguada posição de cada bebida, para não se perder na hora de servir os pedidos e com ajuda do outro funcionário; foi conhecendo um pouco dos novos drinks do cardápio e algumas poucas iguarias raras disponíveis no mostruário.

Foi no meio disso que descobriu que seria o funcionário mais fixo na agenda da casa e que geralmente fecharia o lugar ao final da noite junto com outra colega de serviço. Não viu problema algum nisso, era até mais justo ele trabalhar mais para compensar suas “peripécias” como lutador.

O som já havia sido testado e tocava alto, o jogo de luzes e fumaça já deixavam o ambiente preparado para receber a nova clientela. A alguns metros de onde ele estava, dava para ver a porta de entrada que deveria estar com uma movimentação borbulhante do lado de fora. Famosos tinham sido convidados para a noite de gala para dar uma UP na reinauguração da Old Line. Enquanto não era liberado o acesso do público, Endeavour estava atrás do balcão lustrando um copo de maneira bem ritualística, com um sorriso no canto dos lábios apenas para mostrar-se receptivo aos futuros clientes. Não era um sorriso falso, apenas simples e sutíl.


CONSIDERAÇÕES

Primeiramente, bem-vindos ao espaço de interação interpretativa livre.

Recapitulando as regras estipuladas pela ADM:
1) Proibido lutas no Bonus Stage. Abra lutas no tópico pertinente.
2) Proibido postagens sem vínculo interpretativo. Serão devidamente deletadas.
3) Mantenha boa relação com os outros jogadores, assim a diversão é garantida.

• Eu ficarei responsável pelo encerramento da casa nas Segundas, Quartas, Sextas e Sábados. Cassy nas Terças, Quintas e Domingos.
• O horário de encerramento (Em Off) do expediente será às 03h da manhã. Em On considerem que seria algo relativo às 05h da manhã.
• Às 02h (duas horas) da manhã - em Off será deixado um alerta no tópico, para que os jogadores presentes possam encerrar suas atividades previamente, afim de manter a coerência dos jogos que estão acontecendo. Quando der 03h (três horas - em Off), o funcionário do dia vai postar um turno finalizando o expediente do bar e suas atividades. P.S: Isso foi acordado entre eu e Cassy.
• Uma dica: Se não encerrarem as interações à maneira de vocês, elas serão, tecnicamente, encerradas de qualquer jeito por motivos de força maior (Divisão entre um dia e outro). Pensem nisso como um reset no cenário, de forma que ele vai ficar “limpo” para as interações no dia seguinte. Então, tentem finalizar as coisas antes das 03h.


Divirtam-se!

【D.K】 Kєєρlєя Eиdєαvσυr
【D.K】 Kєєρlєя Eиdєαvσυr
Árbitro
Árbitro

Aniversário : 15 de Novembro
Lugar de Origem : Naipes (Universo Fictício)
Mensagens : 25
Data de inscrição : 09/05/2018

https://postimg.cc/gallery/146ful15y/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  ༒ ℭassy em Sab Nov 03, 2018 2:42 pm

A agente croata já parecia fazer parte daquela sociedade americana, era mais um dos seus dias de trabalho no Old Line, ela acabara de chegar quando uma das garotas que ficava com ela para atender lhe abordou com uma especie de conversa e interrogatório.

— Você chegou na cidade tem muito tempo? - ela falava ajeitando as bebidas no balcão.

— Não, estava no exterior fazendo algumas fotos. - a morena respondia sorrindo e indo passar a vassoura na área ao redor.

— Eu vim do Texas para cá, minha intenção era conseguir algum papel de atriz em Hollywood, sabe? Mas comecei a ficar sem grana nenhuma e nada aparecia, resolvi mudar de cidade e tentar outra coisa para poder viver. - a garota loira aumentava o tom de voz para ser ouvida por Cassy, continuando assim a conversa entre as duas.

— É muito decepcionante essa vida de querer ser ator. Nunca tentei, mas pelos relatos que já tive, além do seu agora, você deve deixar de lado seus próprios princípios ou nada é ganho. Por isso preferi a fotografia, posso tirá-las sozinha, compra quem gostar delas e pronto.

— Você conseguiu algumas por aqui na cidade? As vezes a beleza por aqui acaba da noite para o dia, sempre muita violência ou acontecimentos estranhos. Uma dica! Busque lutas de rua, é o que move tudo nesse lugar! - a garota dá uma piscada para a outra e vai para dentro do estoque.

As duas estavam na metade da arrumação para a abertura da casa de shows quando chegaram o restante da equipe e também os músicos que se apresentariam começaram a ensaiar. Elas sempre faziam sorteio para decidi quem limparia os banheiros e o azar estava rondando Cassy, o nome dela saiu e ela não teve escolha se não ir ajeitar o lugar.

Depois de pegar o material de limpeza e ouvir várias piadinhas das garotas ela foi par ao banheiro feminino, era o menos desprezível, mas ainda sim parecia que algumas mulheres não sabiam usar o sanitário, mijando pelo chão ou entupindo vazo com absorvente e papel.

A morena croata levou mais de uma hora e meia para terminar os banheiros, quando voltou a tona para perto do balcão tava quase na hora de abrir as portas.

- No próximo sorteio vocês podem tirar meu nome do bolo, todos os meus dias aqui eu que fico com a parte do banheiro, parece que estão até fazendo de propósito! - ela reclama indo para a parte de trás do estoque se livrar do material de limpeza e também usar o banheiro dos funcionários para tomar banho e colocar a roupa para atender o público.

Ela não percebeu, mas duas garotas trocaram risadinhas após ela ir para dentro, a loira do Texas que havia chegado quase junto de Cassy que percebeu o complô das duas veteranas do lugar. O nome dela era Penny e não gostou do que havia percebido, também indo para o vestiário trocar de roupa e acabou por segredar com a morena tatuada.

— Acho que você está certa, estão armando para você no sorteio do banheiro. - ela falou com um sussurro.

— Achei que estavam, mas no meu próximo turno eu quem faço os papéis. - Cassyana falou terminando de puxar o zipper da saia para cima e com isso concluindo assim sua troca de roupa.

— Seja esperta mesmo! - falou a loira.

— Vou lá pra frente, não demora! - a agente falou acenando para a outra garota e saindo pela porta que se fechava atrás dela.

A casa já começava a ter os primeiros frequentadores chegando, parecia que havia uma fila ao lado de fora, o show de hoje era com algumas bandas famosas. E a casa funcionaria até as quatro da manhã, um horário especial quando havia mais de cinco bandas para se apresentar.
༒ ℭassy
༒ ℭassy
Visitante
Visitante

Aniversário : 22 de Abril
Lugar de Origem : Desconhecido.
Mensagens : 62
Data de inscrição : 02/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  ༒ ℭassy em Sab Jan 12, 2019 11:22 am

A mais nova atendente do Old Line estava se desdobrando em duas praticamente para poder ajeitar a casa de show para a noite agitada de domingo. Ela carregava para as mesas pequenas travessas com amendoins torrados, ao terminar ela começou a juntar um grupo de mesas para o encontro de mulher que teria naquela noite.

Esse encontro surgiu com a interação de algumas mulheres da cidade durante o evento de natal que havia tido no orfanato no ano anterior, apesar de cada uma ter uma vida diferente para levar, o dia foi marcado para que elas pudessem se encontrar para uma noite de diversão.

Cassy, que trabalhava no old line e corria pelo ambiente para arrumar tudo, já que sua parceira de horário tinha faltado, vez ou outra ia para o telefone ligar para cada uma das garotas para poder arrumar alguém que pudesse cobrir seu turno, ela já havia falado que queria folga para participar do encontro, mesmo que este ocorresse em seu ambiente de trabalho. Estar ali para trabalhar era totalmente diferente que estar ali para se divertir.

- Puts, Becca! Você foi a única que atendeu o telefone, quebra essa pra mim! Eu fico dois turnos no seu lugar! - a morena tatuada ainda tinha que correr para casa para tomar um banho e trocar sua roupa e pela hora acabaria se atrasando.

A garota respondeu de forma positiva no telefone, aceitou a troca de turno e isso liberou a fotografa para a diversão. Indo para o apartamento que alugara na cidade, ela estava com um ar relaxado e alegre, algumas pessoas olhavam atravessado para ela nas ruas, parecia que sorrir para o outro era ofensivo, dando de ombros ela continuou seu caminho com passos mais apressados para não se atrasar mais.

No horário de inicio do encontro, Cassy estava entrando em um táxi em frente ao prédio que residia e falava o endereço do Old Line para o motorista. A morena estava com sandália preta e salto alto quinze, Cassyana era baixinha demais para usar qualquer salto menor que aquele. Um vestido de seda branco curto e com alcinhas, com as costas abertas, somente uma fita fina também de seda, ligava os dois lados do vestido nas costas, onde ela amarrou com um laço. Na frente o decote era discreto, mas seus seios ficavam perfeitamente desenhados no tecido. Sua roupa íntima era somente uma calcinha fio dental também branca e nada mais.

Mas como de praxe, ninguém chega na hora marcada em lugar algum. Então quando Cassy chegou, com seus trinta minutos de atraso, ela não havia notado nenhuma das meninas ainda por ali. Mas como suas mesas já estavam reservadas e ela havia feito questão de por a cerca baixa de cordas ao redor com uma placa média escrito VIP sobre uma das mesas, ela foi até o balcão para pedir uma bebida enquanto aguardava pela mulherada.
༒ ℭassy
༒ ℭassy
Visitante
Visitante

Aniversário : 22 de Abril
Lugar de Origem : Desconhecido.
Mensagens : 62
Data de inscrição : 02/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  Katarina Alves em Sab Jan 12, 2019 8:21 pm


Katarina Alves
Noite de Folga
"Beber, dançar e quem sabe ter alguma ligação naquela cidade."



ㅤㅤㅤTer ido para a festa de natal rendeu algumas conversas para a mulher brasileira e ao falar onde trabalhava resultou de receber um convite para um encontro no Old Line. Katarina estava a muito tempo no trabalho e não ia para lugar algum e com a amizade que conseguira obter com os donos, apesar de seus modos desaforados, conseguiu o dia de folga para ir a festa.
ㅤㅤㅤEla saiu do banho com um coque no cabelo, passou do banheiro para o quarto largando a toalha de banho pelo caminho. Tudo estava espalhado naquele pequeno ambiente, a mulher sabia onde estava as coisas do seu modo, mas não tinha nenhum senso de arrumação.
ㅤㅤㅤVestido uma calcinha limpa que estava na sua gaveta de roupas e a única peça que ainda restava limpa era uma saia preta curta e uma blusa de alças prateada. Ela não demorou muito para se vestir, calçou a sandália de salto que possuía e saiu do apartamento para ir a casa de shows. Como não morava longe, a mulher foi caminhando, a noite estava fresca e a caminhada ajudava a mulher ficar mais relaxada e a vontade.
ㅤㅤㅤO que Katarina detestava era os homens que achava que toda mulher que passava na rua era da conta deles, mas como ela ia para uma festa resolveu ignorar as cantadas que ouvia ao invés de começar uma briga por causa disso, não queria chegar desarrumada e afinal era um momento de descontração.
ㅤㅤㅤA lutadora brasileira entrou na casa de show e viu uma área isolada com mesas e as pessoas já começava a encher o lugar, parecia ter uma banda tocando no palco e a maior concentração das pessoas estavam por lá. Katarina foi até o balcão e pediu uma cerveja e foi em direção as mesas reservadas.



Katarina Alves
Katarina Alves
Visitante
Visitante

Aniversário : Desconhecido
Lugar de Origem : Brasil
Mensagens : 30
Data de inscrição : 23/02/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

FESTA!

Mensagem  Łauraணatsuda❝єlєтяicGiяl❞ em Sab Jan 12, 2019 10:50 pm



єlєтяic
Łaura ணatsuda
Giяl



ㅤㅤㅤㅤㅤ- Mas para onde você vai morena? - a voz do negro americano vinha da cama em que o mesmo estava deitado observando Laura andando de um lado para outro, nua, arrumando-se após sair do banho.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Já disse para você, nego. - a brasileira respondia vestindo a calcinha. - É um encontro de mulheres lá no Old Line, recebi um convite para ir.
ㅤㅤㅤㅤㅤLaura Matsuda percebeu que Duck estava mais atento aos passos dela depois que ela lhe entregou seu presente de natal, ela sorriu para ele subindo de quatro na cama e ficando por cima do namorado.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Eu já disse que vou me cuidar, mas é para mulheres e você disse para mim que amanhã vai na Califórnia de madrugada para acertar as coisas para irmos viver lá. Então pode tirar essa expressão emburrada do seu rosto, a morena fala dando selinhos no namorado.
ㅤㅤㅤㅤㅤMas não demorou muito para sair da cama e terminar de vestir sua roupa. A morena colocou uma meia-calça e uma bota de salto alto cano curto com cadarço.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Vai deixar a mulherada com inveja se for assim. - o dançarino falava com o tom brincalhão dele.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Eu vou por um vestido engraçadinho. - a mulher respondia abanando a cabeça e rindo, foi até o guarda-roupas pegar a peça.
ㅤㅤㅤㅤㅤEra um vestido verde floresta com estampa de flores, soltinho e rodado de alças. Ela vestiu e como acessório colocou um cinto largo cor de pele e enquanto abotoava o mesmo ficou na frente da cama olhando para o namorado que começava a cochilar bem à vontade na cama totalmente sem roupa. Laura arrumou a colcha sobre as pernas do negro e deixou um último selinho nos lábios dele para depois sair.
ㅤㅤㅤㅤㅤEla tinha chamado um carro pelo aplicativo do celular e logo sentiu a vibração do aparelho mostrando a mensagem que o carro havia chegado na entrada do prédio. A brasileira fechou o apartamento e com a bolsa de mão correu para entrar no elevador que havia acabado de dar sinal de estar no andar.
ㅤㅤㅤㅤㅤA viagem de Sound Beach até o Old Line foi longa, a morena estava sentada olhando para fora do carro, pernas cruzadas e a bolsa sobre elas. O pensamento dela estava perdido em devaneios de como as coisas seriam dali para frente na vida dela e Duck. Foi a voz do motorista que tirou a brasileira de seus devaneios.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Chegamos. - ele falou.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Obrigada, tenha uma boa noite. - Laura respondeu com um sorriso saindo do veículo.
ㅤㅤㅤㅤㅤOs cabelos negros dela estavam soltos, escorriam por suas costas e braço, ainda tinha uma mecha que ficava de lado e por cima do seu rosto. Ela puxou para trás da orelha e foi para dentro da casa de show, estava bem bagunçado lá dentro. O show estava a todo vapor, as pessoas estavam agitadas e os atendentes estavam indo para todo lado. A morena enfio os dedos nos cabelos os sacudindo e começou a caminhar em meio as pessoas, a prática de ir nos bailes no Brasil ajudou a cruzar o caminho até o balcão rapidamente.
ㅤㅤㅤㅤㅤ- Só você por aqui, Katarina? - a Matsuda falava ao se aproximar da outra brasileira que bebia cerveja.

єlєтяic
Łaura ணatsuda
Giяl


Łauraணatsuda❝єlєтяicGiяl❞
Łauraணatsuda❝єlєтяicGiяl❞
Árbitro
Árbitro

Aniversário : 30 de Julho
Lugar de Origem : São Paulo, Brasil
Mensagens : 90
Data de inscrição : 01/12/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko em Dom Jan 13, 2019 10:09 am








Noitada




ㅤㅤㅤㅤSecond

ㅤㅤㅤㅤAquele encontro não surgiu de caso pensado, foi por acaso durante um papo que Lilith teve com uma novata na cidade que também tinha dado as catas no evento do amigo oculto do ano passado, Lazuli o nome dela, pelo que a ruiva havia entendido, ela não era dali e não via problemas de ir e vir entre as duas cidades. E o papo do encontro surgiu com a intenção das duas se verem novamente, mas isso foi espalhando pela festa e maioria das mulheres ficaram interessadas em ter uma noite só para elas. Acho ótimo aquele interesse que a ruiva preparou um e-mail e enviou para todas o dia e hora do encontro.
ㅤㅤㅤㅤLilith e Terry logo sairiam de Second novamente, então a demônio marcou uma data anterior ao dia que o marido havia feito o comentário que meteriam o pé na estrada. Ela se arrumava para a festa quando procurava pela casa o americano que deveria ficar com o filho para a ruiva poder sair.
ㅤㅤㅤㅤ— Terri! - ela chamava descendo as escadas para o térreo e indo em direção a cozinha. - Eu já estou quase saindo, cadê você? - Jack tinha acabado de desgrudar do peito da mãe e estava dormindo no quarto, ainda nua Lilith ia para a porta da cozinha procurar o safado do seu marido do lado de fora. - Terri! - ela chamou mais uma vez e mais alto.
ㅤㅤㅤㅤ— Fala Vadia! - ele chegava falando por trás da mulher e dando um tapa em sua bunda.
ㅤㅤㅤㅤ— Aí! - ela virava olhando para ele com a expressão fechada. - Estava onde safado? Eu estou indo para a festa o Jack já está dormindo.
ㅤㅤㅤㅤEla olhava para a aparência do americano e percebia que ele estava só de calça e botas, com o corpo suado e um pouco sujo com a terra que havia no entorno da casa. Franzindo as sobrancelhas ela deduziu que ele estava fazendo treinamento e continuou a falar.
ㅤㅤㅤㅤ— Sua comida está no fogão, acho que ainda está morna eu desliguei tudo tem meia hora. - ela deu um selinho nos lábios dele apalpando o cacete do marido no mesmo momento. - Esteja descansado quando eu voltar. - a Skyamiko falou dando uma piscada para ele.
ㅤㅤㅤㅤMas ela não subiu sozinha para o quarto onde se vestiria, Terry a seguiu e ficou o tempo todo beliscando a bunda dela ou apertando os lábios de sua boceta que ficavam aparecendo por trás enquanto eles subiam os degraus das escadas.
ㅤㅤㅤㅤLilith não deixou aquilo barato e quando o mesmo virava para o banheiro ela o puxou para dentro do quarto e o empurrou para a cama.
ㅤㅤㅤㅤ— Você sabe que não tenho hora marcada para chegar, certo? - a ruiva tirava a calça dele e cueca enquanto falava às puxando com força. - E fica me provocando depois de passar maior parte do tempo fora de casa hoje? - Lilith sobe em cima do marido e deixava seu rosto, já maquiado, colado ao dele. - Agora me fode, quero seu caralho duro dentro de mim. -  sua mão alisava o pau do loiro a cada palavra que ela dizia, seus olhos estavam ali nos dele, era perceptível no olhar da mulher o quanto ela queria transar.
ㅤㅤㅤㅤTerry meteu com força o caralho na boceta da esposa quando sentiu ela encaixando a cabeça na entrada molhada e quente da sua xana. Mas Lilith também queria provocar o vagabundo de Southtown, adorava ver ele ardendo com tesão.
ㅤㅤㅤㅤ— E você sabe o quanto de mulher gostosa que vai estar lá hoje, não sabe?  - ela murmurava na orelha dele, sempre dando mordidas e chupões contra a pele do marido. - Com aquelas roupas curtas mostrando a beirada da bunda, os seios balançando enquanto dançam. AAAAHH! - ela gemia alto quando ele aumentava a força das estocadas.
ㅤㅤㅤㅤTerry não estava falando, mas jogava a mulher contra o colchão e metendo mais fundo e mais rápido, seu corpo todo estava suado e ela a olhava com um desejo espantoso para quem nunca havia visto aquilo, mas a russa sabia como deixar o lobo atiçado.
ㅤㅤㅤㅤA trepada dos dois demorou por mais quarenta minutos, depois de passar água no corpo para eliminar o suor e deixar o mais velho dos Bogard no chuveiro, a ruiva saiu de casa para a festa que havia organizado no Old Line. Lilith estava completamente atrasada, mas não ligava por isso, ainda estava cedo, mal havia começado a noite. A mente da russa foi tomada por uns pensamentos que ela resolveu não ficar focada, estragaria a noite e isso não era uma opção, que quem pensasse que uma demônio luxuriosa deveria ser recatada se fodesse para lá com seu incomodo. Sorrindo ela saiu da trilha do Nacional Park e após aguardar o ônibus, entrou no mesmo e foi para a casa de shows. Ela usava um vestido vermelho, o mesmo que usava no dia que chegara naquela cidade e estava no cais debruçada quando foi abordada por Terry, ele era curto e levemente transparente, com pocados na lateral das coxas até a cintura, o que deixava bem claro que a mesma não estava com nenhuma roupa debaixo. Nos pés era uma sandália de salto também vermelha.
ㅤㅤㅤㅤAo chegar no Old Line a aglomeração de gente parecia estar se fechando em torno da ruiva no momento que ela tentava chegar na área que estariam as meninas. Ela sentiu uma mão apertar sua bunda e virou-se para encarar o cara. Ela sorriu e aproximou os lábios sedutoramente do ouvido dele.
ㅤㅤㅤㅤ— Só isso que você consegue fazer mesmo, não é? Já que está igual um porco de bêbedo e o pau nem levar levantaria se eu quisesse foder com você. - enquanto falava ela apertou com força o saco do homem. - Eu adoro ter minha bunda apertada, mas desde que eu permita isso. - ela concluiu deixando o cara curvado sobre o próprio corpo pelo caminho.
ㅤㅤㅤㅤAo sair daquela aglomeração veio uma lufada de ar e a visão das mulheres, ela sorriu e foi para onde estavam.
ㅤㅤㅤㅤ— Vocês nem para esperarem para começar a festa, hein! - falava provocando as meninas.
ㅤㅤㅤㅤEla olhava as mesas cheias de bebidas e copos já vazios e as mulheres dançando e conversando ao redor.


Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Administrador
Administrador

Aniversário : 30 de Outubro.
Lugar de Origem : Moscou, Rússia
Mensagens : 320
Data de inscrição : 10/08/2017

https://myalbum.com/album/R7bmZc1yVZWF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  一 LAZULI 」 N18。 em Dom Jan 13, 2019 12:59 pm




Android 18
"I'm sorry, but I did not come to fight, I came to win."
"Mulheres unidas!"



ㅤㅤㅤ
Cidade do Oeste.
17:56 da tarde.

A noite começava a dar suas caras na cidade onde a 18 e sua familia residiam. Tudo era calmo demais lá, a tecnologia era anos-luz mais a frente do que em outras cidades como Second Southtown, por exemplo e até as casas tinham um toque diferente do que as demais cidades da Terra e tudo por causa do monopólio da Corporação Cápsula liderada por Bulma Briefs e seus pais. E como isso afetava a vida da androide e de sua familía? De várias formas porém ela queria entender a simplicidade de uma vida sem toda aquela tecnologia hiper avançada.
Calhou que, durante o Natal do ano anterior, a loira trombasse - literalmente - com uma mulher aparentemente russa chamada Lilith Skyamiko que rapidamente tornou-se amiga da loira, que passou a andar por Second South com mais frequencia na procura da ruiva para que ela pudesse ter alguém para conversar que não fosse seu marido, a Androide 21, Bulma ou Videl e ambas - a loira e a ruiva -  acabaram por sugerir que várias mulheres que estavam presentes se encontrassem no Old Line, uma casa de shows bem famosa da cidade. A ruiva se encarregou de mandar e-mails para diversas mulheres que ela conhecia para que o evento fosse uma oportunidade de cada uma conhecer melhor as outras e se unirem mais e finalmente, chegou o dia.

Observando pela janela o sol se pôr está Lazuli que era mais conhecida na cidade como Nº 18, seu nome de "androide." Não havia uma pessoa sequer que não chamasse a loira como 18, nem mesmo seu marido a chamava pelo nome e ela não ligava, era como se fosse seu sobrenome. A loira está trajada com um vestido de alças finas que circundavam seus ombros. O vestido era justo no corpo da loira exceto na parte inferior, que era mais soltinho e toda a peça é de cor preta que é uma de suas cores favoritas e suas lingeries também são dessa cor.  Seus calçados consistiam num sandália de encaixe simples na cor preta completamente aberta na parte superior dos pés e sua maquiagem era só o delineador básico e uma sombra também básica.
Ela estava aguardando a Androide 21 que insistiu que a loira a levasse e ela estava terminando sua maquiagem. A diferença era que a ruiva decidiu cortar seu cabelo fazendo um corte chanel bem semelhante ao da loira.

— 18! Estou pronta! —
— Ótimo. Lembra a direção de Second? —
— Sim! Eu lembro sim! —
— Tá. — A loira parou de mirar o horizonte. Ela estava preocupada se Kuririn e Marron haviam chegado em segurança na casa do Mestre Kame pois o homem queria treinar com seu velho mestre e levou a filha para que ela aprendesse algumas técnicas básicas como voar, por exemplo. 18 entrelaçou suas mãos com sua "filha mais velha" e esperou que ela fizesse o teletransporte.

As duas surgiram na frente do tal Old Line, chamando atenção das pessoas e 18 não ligava para isso mas 21 ficou um pouco espantada com tantos olhares e comentários.
— 18, as pessoas estão nos olhando. Eu estou com vergonha... —
— Pare de palhaçada, garota! É só não ligar para essa gentinha! — Disse ela, ríspida como sempre. Havia um homem bêbado na escada do local que ela não mediu esforços e nem teve pena em empurrar o homem para trás, fazendo ele rolar escada abaixo e sair da sua frente e assim que adentraram, a loira viu que o ambiente estava lindo e que algumas mulheres já haviam chegado, inclusive Lilith. A ruiva de óculos ficou feliz quando viu amendoins nas mesas e saiu correndo para garantir o seu e a loira por sua vez, chegou pelas costas da ruiva tatuada, falando baixinho no seu ouvido esquerdo:

— Oi delícia! Vem sempre aqui? —









一 LAZULI 」 N18。
一 LAZULI 」 N18。
Visitante
Visitante

Aniversário : 08/05
Lugar de Origem : Desconhecido
Mensagens : 13
Data de inscrição : 08/11/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  ༒ ℭassy em Dom Jan 13, 2019 3:45 pm

Os olhos da croata brilharam ao ver as mulheres chegando, ela estava do outro lado do balcão colocando bebidas em uma bandeja, não demorou para se aproximar da roda equilibrando as bebidas e cumprimentando todas.

- Boa noite mulherada! - ela fala colocando a bandeja na mesa e passa dando abraço e beijos no rosto de cada uma que estava ali.

Cassy estava alegre pelo encontro, provavelmente tinha mais gente para chegar, mas todas começaram a beber e dançar onde estavam. A conversa era gritada entre uma e outra. E ao ver a loira chegando por trás de Lilith, a espiã contornou onde estava para poder ir para mais perto da mulher.

- Oi loira, ainda bem que aceitou o convite para vir, demoraria muito eu te achar em outro canto do planeta. - ela deu um beijo lentamente de um lado e outro do rosto em cumprimento.

A fotografa levantava uma das canecas com cerveja para a mulher oferecendo a bebida e ficando a menos de um passo da mesma começando a dançar junto com ela.
༒ ℭassy
༒ ℭassy
Visitante
Visitante

Aniversário : 22 de Abril
Lugar de Origem : Desconhecido.
Mensagens : 62
Data de inscrição : 02/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko em Dom Jan 13, 2019 4:30 pm




Noitada




ㅤㅤㅤㅤSecond

ㅤㅤㅤㅤLilith sentiu a respiração no seu pescoço antes de ouvir as palavras da mulher, mas já estava sorrindo quando virou-se para olhar na direção dela.
ㅤㅤㅤㅤ- Os dias que posso. - ela falou passando a mão nos cabelos e virando para a mulher loira. - Como você está, Zuli? - a russa continuava o papo abraçando-a.
ㅤㅤㅤㅤCassy havia passado por elas com a bandeja de bebidas e a ruiva queria muito beber pelo menos uma daquelas canecas de cerveja e ao mesmo tempo que ela ia sugerir para que as duas pudesse se servirem a morena com moicano se aproximou de loira. Lilith sorriu deixando uma piscada para as duas e foi parar do lado das duas brasileiras que estavam na festa.
ㅤㅤㅤㅤ— Como está Laura? - ela pergunta a mulher que aparentemente bebia vodka mas o cheiro era de limonada. - Katarina. - a Skyamiko falava cumprimentando a outra rapidamente.
ㅤㅤㅤㅤEstendendo a mão para a última caneca da bandeja, a mulher pegou a bebida dando um longo gole.
ㅤㅤㅤㅤ— Veio pronta para dançar bastante hoje, Matsuda? - ela provocava a mulher batendo seu quadril contra o dela puxando-a para seguir a música.
ㅤㅤㅤㅤA demônio estava feliz e satisfeita, apesar de todos os problemas que ainda tinha para resolver, aquele dia ela estava totalmente relaxada. Se Laura estivesse com disposição para a dança, as duas dançariam com o com os corpos colados uma na outra seguindo o ritmo com rebolados, braços erguidos segurando o cabelo, a cada virada um gole a russa dava na cerveja e continuava dançando sem deixar o líquido cair. Ela não tinha o mesmo gingado que a brasileira, mas, com certeza, as duas estariam dançando ritmadamente.


Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Administrador
Administrador

Aniversário : 30 de Outubro.
Lugar de Origem : Moscou, Rússia
Mensagens : 320
Data de inscrição : 10/08/2017

https://myalbum.com/album/R7bmZc1yVZWF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The Oldline

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 4 1, 2, 3, 4  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum