2nd South
Este fórum contém material para adultos,
destinado a indivíduos maiores de 18 anos.

Se você não atingiu ainda 18 anos,
se este tipo de material ofende você,
ou se você está acessando a internet de algum país
ou local onde este tipo de material é proibido por
lei, NÃO PROSSIGA!!!

Os autores e patrocinadores deste fórum não se
responsabilizam pelas conseqüências da decisão do
visitante de ultrapassar este ponto.

☆Combate em 2nd South: Hisako & Yuriko & Keith X General de Agliareth ☆

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

Round 2 Move 2

Mensagem  ❖ Yuriko Yagami ❝Ômega❞ em Sex Fev 02, 2018 10:11 am














ROUND 2 MOVE 2: It's my turn!



ㅤㅤㅤYuriko sente sua pele arder, sem tempo para analisar qual era a gravidade daquilo, a garota simplesmente se afastou e entrou em um beco entre dois prédios. O calor era insuportável, não foi suficiente sair da linha de frente daquela atmosfera, o beco também recebe uma grande quantidade de fumaça, calor e pedregulhos.
ㅤㅤㅤA japonesa localiza uma lata de lixo, era grande e estava emborcada ali sobre vários entulhos, já deixado pelo desastre anterior, ela puxa o objeto fazendo uso de seu poder e cobre-se com a lixeira. A Yagami não havia parado até o momento para dar importância aquilo, mas naquele momento foi tudo que ela parou para perceber, o odor.
ㅤㅤㅤEra familiar, vinha no ar por toda a cidade, tanto ali quanto na outra. Um odor forte de decomposição, misturado com animais marinhos que vieram arrastados pelo tsunami, com corpos de pessoas, tudo tinha aquele odor. E ali, usando aquela lixeira como proteção, ficou mais forte. Ela vira de lado e vomita, ela não podia dar-se ao luxo de perder nada do que se alimentava, mas o fedor a envolveu de tal forma que não conseguiu controlar a repulsa que sentia.
ㅤㅤㅤO calor aumentou, a lixeira estava pegando fogo, nisso a garota resolveu se livrar daquilo tudo. Ela arremessa longe a proteção até então e usa de sua levitação para ficar por sobre aquela bola de fumaça, destroço e fogo. Parecia estar assentando, mas era impossível ficar no chão pelo calor que as chamas estavam criando à medida que se espalhava.
ㅤㅤㅤAo dispersar a fumaça Yuriko visualizou o ser menor e diferente de antes, ele se dirigia em direção ao caminho feito por Keith. A japonesa nem notou muito a movimentação de Hisako, mas sabia que não poderia ficar parada e deixar aquela coisa se aproximar do americano. Apesar de uma linha de pensamento em sua mente lhe chamar atenção para atitude dele, em correr em direção ao mar.
ㅤㅤㅤE foi nesse momento que a japonesa improvisou, sua tentativa seria única e ela não poderia falhar. Ela ficou atrás do monstro, pensando que seria uma boa posição de ataque, assim poderia ter o fator surpresa envolvido. Ela levitou mais alto, encolheu as pernas e prendeu as mãos um pouco abaixo dos joelhos e usou sua levitação para girar, a velocidade começou bem lenta e foi aumentando a medida que passava o tempo. Em poucos segundos ela girava parada no mesmo lugar no alto, ela estava a cima da cabeça do demônio, mas não em linha reta. Ela iria se aproximar perpendicular, igual àquelas bolas de demolição, só que um pouco mais letal.
ㅤㅤㅤA japonesa se deixou cair, usando ainda de sua levitação para fazer o movimento de pendulo e não ir direto ao solo. Ela visualizou por um momento as costas do monstro, ativou seu escudo de proteção, que tinha a função de repelir qualquer coisa. Ela sabia que seria jogada com força para o lado oposto do monstro, que só tinha um minuto de proteção do escudo, mas ainda sim se arriscou em fazer aquilo. Caso fosse atingido ele teria danos consideráveis e dando assim possível vantagem para o trio.






avatar
❖ Yuriko Yagami ❝Ômega❞
Árbitro
Árbitro

Aniversário : 07 de Setembro
Lugar de Origem : Japão
Mensagens : 79
Data de inscrição : 29/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆Combate em 2nd South: Hisako & Yuriko & Keith X General de Agliareth ☆

Mensagem  Keith Wayne em Qua Fev 28, 2018 8:30 am



Eloquent
Keith Wayne
Misunderstood Boy


ㅤㅤ— Eu só queria fumar um baseado agora…
ㅤㅤKeith não era babaca. Quando aquela lufada de ar quente começou a desmoronar o monstro, ele não parou pra ver o que estava acontecendo. Ao continuar correndo, acabou tomando mais distância daquele monstro dos Power Rangers. Ele não sabia onde estava Yuriko, tampouco aquela outra que ele suspeitava ser a menina gostosinha que estava pintada de roxo no casamento de Terry Bogard.
ㅤㅤEntão depois de todos aqueles efeitos de Hollywood, o bonzão deu as caras, bem menor desta vez, mas ainda assim com dois metros de altura. Dava pra encarar.
ㅤㅤEntretanto Keith, que era nascido e criado no brejo, não iria tomar rasteira de sapo. O natural de Chicago continuava com a estratégia de levar aquele adversário à orla e, naquele pé, o Rato já estava lá, sobre as areias daquela área de 2nd South.
ㅤㅤ— AÍ, SEU ARROMBADO! TÁ DEMORANDO MUITO! PARECE UMA VELHA CHEIA DE DORES CAMINHANDO!
ㅤㅤKeith lançou outro projétil na direção do monstro, apenas com o intuito de irritá-lo ainda mais. Wayne danou a correr agora em direção ao sul, onde a areia era mais fofa. Corria desenfreadamente na parte mais dura da areia, aquela que fica sempre recebendo as águas do mar. Na mente daquele americano, ele precisava levar aquele monstro mais para o sul.
ㅤㅤNão sabia o que Yuriko e Hisako armavam contra o monstro, elas tinham uma quantidade de poder instantâneo grande em detrimento do tempo que o americano deveria despender para realizar façanhas heroicas. Elas não cairiam tão fácil.
ㅤㅤFoi então que, ao se distanciar bastante, Keith parou na parte mais dura da areia, abriu o zíper da calça e sacou o cacete para dar uma mijada. Ele estava doido pra dar uma mijada, como sua própria expressão anunciava, com a cabeça pendida pra trás.
ㅤㅤ— PUTA QUE PARIU! QUE VONTADE DE MIJAR!

Eloquent
Keith Wayne
Misunderstood Boy

avatar
Keith Wayne
Visitante
Visitante

Lugar de Origem : Chicago - Il
Mensagens : 17
Data de inscrição : 30/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Round 2 Move 4.

Mensagem  Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko em Qui Mar 01, 2018 9:49 pm





Round 2 Move 4




ㅤㅤㅤㅤO demônio que atacava aquele trio era conhecido no inferno como o Senhor dos Vulcões de Tartárus, seu nome não era algo que buscavam pronunciar, dizem até que quem tentou fora engolido pelas lavas do Reino. Ele comunicava-se através dos rios de rochas derretidas que formava todo o seu lar, ele ditava o fluxo e até mesmo o lugar que mais um rio se formaria.
ㅤㅤㅤㅤNão era por menos que era um dos genarais de seu Reino, muito temido e visado, contudo. Naquele momento na Terra, um ser de outro mundo, assim como ele. Conseguiu fazer uso de sua magia fantasma para lhe frear. Os golpes que vieram a seguir foram inevitais, o Senhor dos Vulcões, estava confuso e mal pode evitar o ataque de Hisako. O que lhe fez cair e irritar-se por isso.
ㅤㅤㅤㅤAo tornar-se a se colocar de pé, uma tarefa um tanto atrapalhada, dada a constituição de seu corpo. Fora ele novamente arremeçado a frente e ao chão, dessa vez por Yuriko Yagami que havia surgido sabe-se lá de onde.
ㅤㅤㅤㅤ- GRRRRRRRRR...
ㅤㅤㅤㅤO bicho rosnou e seu corpo ficou incandecente, tamanha era sua raiva, lava começou a brutar por todos os ‘poros’ de seu corpo. E mais um projétil vinha em sua direção, dessa vez desferido por Keith Wayne, mas foi a língua do americano que mais irritou o ser infernal.
ㅤㅤㅤㅤPossuidor também da maldição de seu reino, a tentação, aquele general também podia sentir seus adversários, ele sabia suas angustias, a mais vulneravel foi Yuriko, ela estava a certa distância, consequencia narrada pela própria lutadora ao atacar o monstro, ela também foi repelida ao atingir o corpo do mesmo.
ㅤㅤㅤㅤO poder mental que a japonesa possia era sua vantagem e sua desvantagem, pelo menos numa luta contra demônios, seres que são capazes de invidir as mentes, corpos e almas dos mortais. O que o ser demoníaco fez foi tentar atacar a mente dela, usando da maior angústia e do que ela considerava um pecado mortal, para tentar fazê-la ficar fora do próximo round.
ㅤㅤㅤㅤA fantasma poderia ser  mais dificil atingir com tal proesa, mas ele tentou e enconjunto desse ataque mental ele desferiu um fisíco, uma bola de pedra incandecente foi atirada em direção que o monstro via Hisako.
ㅤㅤㅤㅤ- MORTOS DEVERIAM PERMANECER MORTOS! - foi a fala dele para ela.
ㅤㅤㅤㅤFoi com esses empecilhos fora de seu caminho, que com um salto e o vagar entre as sombras que o fogo gerava naquela área que o demônio partiu ao encalço de Keith. Quando o americano havia parado para mijar na praia, foi o momento que o demônio chegou as suas costas. E a tentativa de ataque foi única, um potente soco em direção a nunca do americano.
ㅤㅤㅤㅤ- VOCÊ FALA DEMAIS PARA UM VERME! - o Senhor dos Vulcões resmungou.



_________________
avatar
Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Administrador
Administrador

Aniversário : 30 de Outubro.
Lugar de Origem : Moscou, Rússia
Mensagens : 206
Data de inscrição : 10/08/2017

https://myalbum.com/album/R7bmZc1yVZWF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆Combate em 2nd South: Hisako & Yuriko & Keith X General de Agliareth ☆

Mensagem  ℰŧℯяทลℓ ℭℎįℓԃ ~ HISAKO em Ter Mar 06, 2018 3:41 am

ROUND 3 MOVE 1


Hisako & Yuriko & Keith vs General de Agliareth


Observação: As falas que estiverem dentro de “<>” significa que Hisako está falando em japonês.

ㅤㅤㅤMinha investida contra o ser infernal lhe custou a movimentação e inclusive, acabou o derrubando ao chão. Yuriko, que veio logo em seguida, golpeou-o com um ataque rolante enquanto planava no ar, mostrando um domínio perfeito sobre suas energias cinéticas e que com certeza, atrapalhou por um instante a concentração daquele ser de outro mundo.

ㅤㅤㅤPercebi que o mesmo estava irritado. Isso era bom! O demônio não parecia ser um tipo que lutava contra muitos inimigos ao mesmo tempo. A redução de tamanho acabou nos dando uma vantagem grandiosíssima e não podíamos desperdiça-la. Alguma coisa contribuiu para isso e a energia maligna que paira pelo ar começava a me dar mais forças devido minha manifestação também ser sombria. Sinto as energias cintilantes dos meus poderes sombrios, as mesmas partículas de energias que explodiram do corpo do Shadow Lord Gargos, começavam a manifestar-se em mim e permitir que uma de minhas mais poderosas técnicas estivessem disponíveis em meu arsenal.

ㅤㅤㅤPoderia eu ter optado por usar o “último recurso”, no entanto, preferi não fazer isso por não haver necessidade para tal. O monstro estava atordoado. Ele não sabia como lidar conosco pessoalmente no mano a mano. Lhe faltava técnica para isso. Por mais poderoso que ele seja, sinto que temos uma chance de virar a balança de uma vez por todas ao nosso favor e acabar com ele de vez. Já que os comentários nada inteligentes daquele homem chamado Keith estavam surtindo um efeito negativo sobre a criatura, fazendo-o ficar mais irritado do que o normal, aproveitaria da atenção exagerada que ele dava ao humano para lhe golpear quando este menos esperasse.

ㅤㅤㅤ── < "Que humilhante... Você está mesmo incomodado com o humano chamado Keith, Kaiju?" > ── Sorri. Depois que meus golpes o acertaram, eu saltei para um poste, apoie-me ali e novamente saltei para frente dele, correndo para trás igual uma barata tonta, em zig-zag para impedir que qualquer outra investida dele me atingisse.

ㅤㅤㅤNo entanto, quando parei de correr igual como uma aranha, meu corpo congelou inexplicavelmente.

ㅤㅤㅤ── < "O que?" > ── Não entendi nada. Minha mente, por um instante, se perdeu em um devaneio.

ㅤㅤㅤAvistei a Vila do Sussurros devastada, destruída pelos invasores. Todos mortos. Menos eu. A lembrança de uma primavera, Chiharu, a menina que antes fui encontrava-se caída de joelhos em uma poça de sangue, agarrada ao corpo decapitado de seu pai, gritando aos prantos por ajuda e socorro. Onde estava a fúria de fogo que queimou em seu peito quando avistou sua família toda destruída? Onde estava aquela determinada guerreira samurai, uma respeitada Onna-Bugeisha que conteve suas emoções, ergueu-se furiosa e partiu para cima de todos aqueles porcos covardes? Era uma ilusão! Um ataque mental! Aquilo não ia me abalar, jamais! Não era a história verdadeira! Era um insulto! Uma maneira estúpida de querer tirar minha atenção do que realmente estava por vir!

ㅤㅤㅤA menina na visão é cercada por vários soldados e seu corpo mutilado entre vários golpes de espadas, silenciosamente, sem lutar, morrendo igual uma inútil. E após esta visão deplorável de uma história que sequer nem era verdadeira, uma pancada violenta atingiu o meu corpo e por fim, sai desse delírio sendo arrastada por uma rocha incandescente lançada pelo meu oponente.

ㅤㅤㅤ── AAAAAAH! ── Fui arrastada até uma parede. A dor do golpe do demônio foi sentida pelo meu corpo oco e apodrecido, afinal, ele era uma criatura com força sobrenatural poderosa o bastante para me causar um sofrimento maior que a de um humano ou outra criatura... mas reagi a tempo de não ser esmagada em uma parede de concreto. Meu corpo ficou translucido e a rocha atravessou por ele como se eu nem existisse. A vantagem de ser um fantasma!

ㅤㅤㅤ── < "Desgraçado!" > ── Olhei para o caminho que o monstro seguia e fui atrás dele correndo, novamente me pondo de joelhos, arrastando-me como uma aranha, numa velocidade incrivelmente rápida. Não o deixarei fazer o que bem entendesse.

ㅤㅤㅤEle foi atacar Keith, que por alguma razão, parou para urinar ali na areia da praia. A vontade de quebrar a haste da minha Naginata na cabeça do humano falou mais alta que a vontade de impedir o demônio, mas vi ali, no ‘possível’ descuido dele, uma possibilidade de atrapalhar o demônio e permitir que Keith ou Yuriko atingisse este com um golpe extremamente poderoso!

ㅤㅤㅤPossessão Sombria! Minha Super Técnica de fantasma que permitia sugar todo o ar do ambiente à minha volta com um puxão de ar usando minha boca desfigurada e fantasmagórica. Essa Possessão Sombria era mais poderosa que minha técnica de Possessão comum e usava uma parte da energia sombria que sinto percorrendo por todo o meu corpo. Minha intenção é puxar o demônio para trás, prendendo-o dentro dessa sucção de ar violenta que trazia até mesmo as areias da praia e qualquer outro objeto que estivesse no caminho. Se pego no raio de alcance do meu berro fantasmagórico, o demônio será arrastado com uma força brutal para trás. Se acontecer dele não chegar próximo o suficiente de mim, sua guarda – assim espero – estará aberta para uma combinação letal de super golpes dos meus dois aliados! Mas se, e somente se, acontecer a possibilidade do demônio de lava vir até o meu encontro, vou tomar o corpo dele para mim invadindo o mesmo e destruindo os ossos de seu corpo em cinco torções extremamente violentas, causando-lhe um dano terrivelmente alto, ao ponto de impossibilitá-lo de fazer quaisquer proezas.


ㅤㅤㅤ── < "VENHA ATÉ A MIM! SINTA A FÚRIA DE MIL PRIMAVERAS!" > ── Minha voz ecoou durante a execução do ataque, como se a mesma ecoasse dentro das mentes de todos próximos de mim. Os objetos que estiverem espalhados pela praia seriam destruídos e desintegrados quando sugados por mim, não vai acontecer de uma cadeira de praia ou guarda sol bater na minha cara enquanto estou atacando.


avatar
ℰŧℯяทลℓ ℭℎįℓԃ ~ HISAKO
Visitante
Visitante

Aniversário : 27/03/1474
Lugar de Origem : Tōsandō, Vila dos Sussurros - Japão
Mensagens : 70
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Round 3 Move 2

Mensagem  ❖ Yuriko Yagami ❝Ômega❞ em Qua Mar 07, 2018 1:26 pm














Round 3 Move 2: Please, make them stop!



ㅤㅤㅤYuriko teve uma recuperação rápida para o ataque que desferiu, ela sabia que iria bater no bicho e ser repelida e ele também, então ela teria que vencer a distancia entre ela e o demônio caso quisesse ataca-lo novamente. Foi o que ela fez isso tornaram eles mais perto da parte de onde está Keith.
ㅤㅤㅤMas o que a japonesa não contava era com o ataque mental que o bicho usou, ela nem imaginou que teria esse tipo de combate naquela luta, a criatura mostrava mais ser um lutador físico que mental. Aquilo pegou a garota desprevenida.
ㅤㅤㅤA corrida que ela havia começado para chegar nele antes que pudesse atacar Keith foi interrompida, Yuriko caí de joelhos no chão, levando as mãos na lateral da cabeça. O que ela estava vendo era destruição, provocada por suas mãos. Os corpos de sua família e de Keith ao seu lado. Monte de gente de jaleco branco a cercando e maquinas com raios paralisantes a prendendo.
ㅤㅤㅤ- NÃO! SAEM DAQUI! SAAAAAEMMMM DAAAAQUIIII! – ela começou a gritar.
ㅤㅤㅤEssa sensação de estar presa despertou a defesa da filha de Iori Yagami, ela estava encurralada em sua mente, mas a sua defesa física se manifestou, intensamente e com um raio maior que ela usava quando estava fazendo seu escudo de forma consciente e controlada.
ㅤㅤㅤSua reação foi em defesa própria, mas ainda sim era um ataque, já que qualquer projetil, objeto ou pessoa, seria repelido ao encostar no escudo, onde ele pegasse ele iria repelir para longe o que quer que fosse. E o raio de alcance foi grande, era de três metros de circunferência.
ㅤㅤㅤNa mente da garota ela tinha se livrado dos raios paralisantes e estava atacando as pessoas de jaleco, na realidade da praia de Second, ela estava gritando atordoa em posição fetal na areia em quanto seu escudo a protegia de tudo e todos.
ㅤㅤㅤ- AAAAAAAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHHH!









avatar
❖ Yuriko Yagami ❝Ômega❞
Árbitro
Árbitro

Aniversário : 07 de Setembro
Lugar de Origem : Japão
Mensagens : 79
Data de inscrição : 29/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆Combate em 2nd South: Hisako & Yuriko & Keith X General de Agliareth ☆

Mensagem  Keith Wayne em Ter Mar 13, 2018 9:25 am



Eloquent
Keith Wayne
Misunderstood Boy


ㅤㅤCertamente o que seria dito quando aquele “bando da cachaça” se reunisse para conversar sobre os ocorridos nas cidades de Southtown e 2nd South seria que os demônios poderiam até ser poderosos, mas eram muito inocentes. Com todas as desvirtudes que eles representavam, os humanos davam um banho naquilo que lhes caracterizavam, fosse na putaria, fosse na corrupção, fosse onde fosse. E essa tal inocência pode ser vista no tempo de resposta em que o General de Agliareth usava para atacar aqueles três.
ㅤㅤKeith havia conseguido colocar em prática eu seu plano repentino e o monstrinho parece ter caído. “CADL – Campo Aberto com Dificuldade de Locomoção”. Era óbvio que o natural de Chicago não observasse o que o bestão estivesse fazendo contra sua pequena ou até mesmo contra a fantasminha camarada, mas era de se acreditar que, com tais estratégias, seria difícil derrubar aquelas duas. E a maneira como ele partiu pra cima de Keith… heh… parece que o demônio não havia percebido o plano que Wayne havia preparado.
ㅤㅤO americano estava situado na parte dura da areia, mijando, o que supunha estar voltado para o mar. Naquela hora, não deveria haver sombras às costas, mas sim a sua frente, simplesmente pela faixa de terra ser um campo aberto. As chamas ou qualquer pirotecnia que afetasse o cenário, deveria se manter muito distante de onde Keith estava, simplesmente por ele estar situado na parte dura da areia, numa distância considerável entre a calçada que dividia a areia da praia e a rua.
ㅤㅤAliado a isso viria a estratégia de retardo de locomoção do capiroto por parte da fantasma, onde aquela sucção de ar faria inveja a qualquer das meninas que Keith já conhecera por aí. Parecia um daqueles exaustores militares de grande potência.
ㅤㅤE é claro, Keith não ficaria o tempo todo com o caralho de fora, sacudindo até a última gotícula, dando mole pra Kojak logo naquela situação. Por mais que “El Capetón” encarasse Wayne como um filho da puta qualquer, este mesmo filho da puta qualquer já estava mais do que habituado com situações bizarras na face da Terra. Oume e Otane Goketsuji, as duas velhinhas bizarras que mais lhe davam pavor no mundo, eram prova viva disso, duas super humanas sabe-se lá como, com mais de 100 anos de idade na atualidade. Keith já havia enfrentado uma delas, ou as duas, ele não se lembra, as velhas filhas das putas eram gêmeas, mas ele se lembra especialmente de uma: Otane. No 16º torneio Goketsuji, viu uma garotinha bonitinha e gostosinha. Partiu pra cima e pegou. Amassou daqui, amassou dali, etc, etc… Porém Otane mostrou sua verdadeira forma: uma velha bizarra que metia a porrada em qualquer um que se metesse em seu caminho. É uma linha de sangue que tem de tudo o que se pode imaginar, desde velhas em vida com mais de 100 anos à aparições de ancestrais e pessoas se transformando em demônios.
ㅤㅤ“Ah! Mas esse pessoal aí da linhagem de sangue do Keith é palha perto do oponente que ele está enfrentando!”. Poderiam indagar isso, certo? Ou não poderiam? Qual parâmetro usariam para fazer tal comparativo? É realmente complicado e, por Wayne ter esse jeito porra louca, muita gente pode se enganar…
ㅤㅤDecerto que o americano não ficaria ali o tempo todo mijando como se fosse um cavalo amarrado. O tempo que o “cramunha” levou para atacar as duas, mas o percurso até Wayne, aliado a estratégia empregada pela fantasminha camarada e a possível Dama de Yuriko… Porra! Keith já teria sacudido o seu caralho quantas vezes fossem necessário.
ㅤㅤ— VOLCANO…
ㅤㅤAgachado com o corpo incandescente, o americano deslizaria naquele terreno ruim graças a energia que ele emanava. A direção era denunciada pela energia de seu oponente e seu pêndulo acabava por evitar qualquer investida que viesse na linha do rosto. O capiroto havia tentado um “rabbit punch”, porém se Hisako teve êxito ou não, o tempo que o mesmo levara para efetuar uma surpresa acabaria por terra. Como dito, era muito tempo para Keith ficar mijando. Logo este estaria buscando um uppercut flamejante com seu punho destro. Pedaços de sua roupa crepitavam devido à incandescência de seu corpo, quando o punho canhoto, veloz e furioso, irrompia procurando o adversário e criando uma coluna de fogo, um gêiser, tendo como ponto de erupção, o próprio Wayne.
ㅤㅤ— RISING!!!


Eloquent
Keith Wayne
Misunderstood Boy

avatar
Keith Wayne
Visitante
Visitante

Lugar de Origem : Chicago - Il
Mensagens : 17
Data de inscrição : 30/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆Combate em 2nd South: Hisako & Yuriko & Keith X General de Agliareth ☆

Mensagem  Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko em Sab Mar 17, 2018 1:08 pm





Round 3 Move 4




ㅤㅤㅤㅤO caminho escolhido foi o dificil, o general havia pensado ter vencido, meras criaturas fracas que ousaram lhe enfrentar. Uma fantasma que deveria continuar nas cinzas, uma garota atormentada por um passado cruel e um homem que só seguir sua natureza humana era o suficiente para viver, corrompido pelos desejos mundanos.
ㅤㅤㅤㅤA fantasma queria expurga-lo da Terra, a garota queria se proteger do próprio tormento que lhe perseguia e homem? Parecia viver achando que possuía tudo que merecia ter. Mas aquela energia, aquela vontade, aquele movimento fez o demônio perecer, seu corpo foi consumido pela energia daquela golpe. Estava incandescente, queimando, fogo humano e infernal, juntos.
ㅤㅤㅤㅤ- GGGGRRRRR...
ㅤㅤㅤㅤEle olhou para eles, um grupo insano, o sofrimento deles parecia já ter sido uma eternidade de tortura infernal e dentro dos olhos deles o demônio viu a verdade. O ser humano, seja ele como fantasma, como homem ou como mulher, aguentará qualquer sofrimento e revidará com tudo que tiverem, para sempre. Os fracos, os rejeitos, os menos desejados é que restará para o inferno consumir.
ㅤㅤㅤㅤAquele corpo de fogo, cinzas e pedras explodiu, erguendo areia do chão, e fazendo uma nuvem de rejeitos se expandir por quatro metros e subir mais quatro. Como se fosse um vulcão acordando e limpando a garganta para expelir lava.



_________________
avatar
Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Administrador
Administrador

Aniversário : 30 de Outubro.
Lugar de Origem : Moscou, Rússia
Mensagens : 206
Data de inscrição : 10/08/2017

https://myalbum.com/album/R7bmZc1yVZWF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆Combate em 2nd South: Hisako & Yuriko & Keith X General de Agliareth ☆

Mensagem  ℰŧℯяทลℓ ℭℎįℓԃ ~ HISAKO em Seg Mar 19, 2018 12:34 am



ROUND DEFENSIVO
Hisako & Yuriko & Keith vs General de Agliareth

Observação: As falas que estiverem dentro de “<>” significa que Hisako está falando em japonês.

ㅤㅤㅤTudo aconteceu rápido demais. Uma parte de mim está feliz por ter visto a ruína daquela criatura demoníaca em uma combinação letal de nossos movimentos mais poderosos. Mas outra parte de mim demorou um pouco para perceber certos acontecimentos. A começar pela jovem psíquica que tombou de joelhos ao chão e aos berros, começou a expandir um campo de força de energia cinética cada vez maior do que o esperado. Eu vi carros sendo empurrados, bancos de calçada sendo repelidos com força para os ares, como se fosse uma bola de praia sendo chutada por alguém com força. A energia dela se expande cada vez mais e presumo que tenha sido obra do kaiju do inferno.

ㅤㅤㅤ── < “Maldição!” > ── O oponente foi pego pela minha sucção de ar, sua movimentação foi retardada e impediu de que pudesse fazer algo com aquele homem despreocupado. Foi neste instante que ele reagiu e mostrou que não estava ali para brincadeira, provando mais uma vez que estive pensando errado sobre o seu respeito. Não posso negar que senti raiva com a forma desleixada como ele veio tratando toda essa situação, mas no fim, tudo pareceu sair conforme o que havia ponderado segundos atrás.

ㅤㅤㅤCom um golpe energizado por chamas, um gêiser de fogo emergiu do corpo de Keith e incendiou toda a criatura, chegando a ser irônico até. Cessei minha sucção e saltei para trás, tomando uma distância boa entre o homem e o kaiju, assistindo o corpo deste se desmantelar mais uma vez dentro de uma explosão, lançando partes do que antes ele fora para todos os lados e expelindo uma fumaça quente e negra pela segunda vez.

ㅤㅤㅤ── < “Você nasceu das sombras e para as sombras irá voltar!” > ── Meu corpo oco e decomposto entrou em estado fantasmagórico. Logo, a explosão de rejeitos e fumaça dele não me atingiriam, nem afetariam minha visão. Tenho controle total da situação, no entanto, não posso dizer o mesmo de Keith e de Yuriko. Volto minha atenção para a segunda garota, que aparentava estar ainda atormentada pelo o que deve ter sido forçada a ver.

ㅤㅤㅤYuriko tinha que encontrar uma maneira de se livrar dessa ilusão. Eu posso fazer algo por ela, mas para isso terei de me aproximar e aquele globo de energia não parecia permitir que isso ocorra. O que tento fazer é entrar em contato com ela, falando com ela em japonês. Isso é o mesmo que usar parte dos meus poderes sombrios para atormentar ela, mas o farei com a intenção de ajudá-la a se livrar desta tormenta.

ㅤㅤㅤ── < “Livre-se disso, Yuriko! Você é mais forte que esses monstros!” > ── Foi tudo o que disse para ela. Agora se fosse ajudar ou não... eu não sei dizer.

ㅤㅤㅤOlho para os céus no instante que a fumaça do general dissipava. As nuvens que cobriam os céus começam a derramar água por toda a cidade. Uma chuva forte iniciou-se naquele instante e com ela, trouxe não só a limpeza para toda a cidade como também a purificação que ela tanto precisava. A energia maligna que tomava conta de toda a cidade desapareceu de uma hora para a outra, sendo este o anúncio final de que a batalha havia chegado ao fim.

ㅤㅤㅤ── “Parabéns, minha filha! Você conseguiu!” ── Uma voz ecoou dentro de minha cabeça. Era o meu pai, anunciando com orgulho o sucesso de minha missão na Terra.

ㅤㅤㅤMeu corpo voltou a sua forma terrestre e pela primeira vez pude sentir o frio da chuva molhando meu corpo mais uma vez, limpando-me das impurezas daquela batalha infernal. Não sei como explicar, mas depois de tantos anos esquecida nas tumbas da Vila dos Sussurros, eu posso finalmente sentir o quão refrescante e reconfortante era um banho de chuva.

ㅤㅤㅤ── Eles conseguiram... eles venceram a batalha! ── Dessa vez, falei no idioma que era compreensível para Keith e Yuriko. Sei que os dois estarão são e salvos depois da explosão do general, não havendo motivos para se preocupar com nada. Apenas permaneci parada ali, em meio as areias molhadas da praia por causa da chuva, olhando para os céus cinzentos sendo rasgados por raios e trovões brilhantes.

ㅤㅤㅤ── Isso restaura a minha fé nos seres vivos. É difícil acreditar que eu, uma entidade sombria e nascida para promover a vingança... esteja tão contente com o resultado de toda essa história. Será algo que ficará marcado para sempre na minha memória... os espíritos dos demônios caem no esquecimento... como a poeira que é carregada pela chuva!


avatar
ℰŧℯяทลℓ ℭℎįℓԃ ~ HISAKO
Visitante
Visitante

Aniversário : 27/03/1474
Lugar de Origem : Tōsandō, Vila dos Sussurros - Japão
Mensagens : 70
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Defesa

Mensagem  ❖ Yuriko Yagami ❝Ômega❞ em Qua Mar 21, 2018 7:51 pm














I'm hurt!



ㅤㅤㅤA garota japonesa não sabia como interromper aquele tormento, ela não era idiota, sabia que não podia sair de uma situação, a luta na cidade contra um monstro ao lado de Keith e outra ‘pessoa’. Para um caos, onde ela estava vendo coisas que ela não seria capaz de fazer, pelo menos ela pensava ser não capaz de realizar aquelas coisas, não por falta de habilidade, mas por criar empatia e sentimentos.

Dentro da mente de Yuriko.

ㅤㅤㅤA shogun era totalmente implacável, desferias socos e não vacilava em tirar a vida de quem lhe chegava perto. Ela já havia matado mais gente que poderia acreditar ser possível e avançava matando mais, ao seu redor haviam vários corpos, caídos pelo chão por onde ela flutuava. Rostos conhecidos ganhavam destaques. Os membros de sua família, Keith, pessoas ligadas a ele, pessoas que ela conhecia a pouco tempo e já criara um hábito de tratar como conhecidos.
ㅤㅤㅤE essa visão era mudada, para uma sala torturante de laboratório, seu corpo preso contra uma maca, aquele ambiente branco e várias pessoas com agulhas circulando e aproximando para aplicar alguma coisa em seus braços, pernas e pescoço. E em meio ao caos, seus olhos buscavam por ajuda, ela chorava de forma automática e gritava para que a soltassem, seus poderes parecia não existir. E foi assim que ela viu o corpo de um homem, loiro e com uma cicatriz na testa atrás de uma cama com redoma de vidro.
ㅤㅤㅤ- NÃO! NÃO! TIRE ELE DALI! NÃO! NÃÃÃÃOOOOO! – ela grita com as forças que ainda possuí. Yuriko Yagami está fraca.
ㅤㅤㅤA sua visão embaça e a matança recomeça e depois a tortura na ala do laboratório. Um ciclo que a deixava cada vez mais vulnerável.

Na praia de Blue Wave.

ㅤㅤㅤO escudo envolto da garota parecia perder área. Ela tinha capacidade de fazer o mesmo durar de dois a cinco minutos no máximo. Isso dependia muito de como ela estava no momento que ativasse o mesmo. E a intensidade daquela batalha e o uso anterior do mesmo fez o escudo sumir em menos de dois minutos.
ㅤㅤㅤO que podia ser visto na areia era somente uma garota perturbada, parecendo estar tendo um ataque. Daqueles que fazem os outros se afastarem e não chegarem perto. As lágrimas escorriam em seu rosto, seu corpo estava contraído em uma posição fetal. As mãos estavam apertando forte a cabeça e ela resmungava, gemia e gritava. Com uma variação de poucos segundos entre uma ação e outra.
ㅤㅤㅤSeus cabelos já estavam cheios de areia, seu corpo só fazia juntar mais, seu rosto também estava coberto. Yuriko não dava sinal algum que iria reagir. Sair daquele chão e fazer qualquer coisa a mais contra o monstro. Mesmo que invisível aos olhos, ela tinha uma proteção psíquica. Era uma habilidade hostil que fazia as pessoas perceberem que se a tocassem, não teriam uma recepção boa.
ㅤㅤㅤA filha de Iori Yagami não se ergueu mais, não viu o que acontecia com o demônio. Nem que este explodiu jogando dejetos para todos os lados e uma névoa tóxica impregnava o lugar. A voz da fantasma foi ouvida, mas não auxilio muito a japonesa caída. Ela sabia que aquilo era algo criado para perturbá-la, mas o objetivo tinha sido alcançado ela estava naquela tortura, estava sendo perturbada.
ㅤㅤㅤE no decorrer que a raiva sentida por ela ia aumentando, ela começava a bater as mãos contra a cabeça. Aquele tipo de coisa era horrível, uma pessoa que apesar de poderes destrutivos tão grandes, tinha uma fragilidade enorme e ela foi pega de guarda baixa. Ela baixou sua guarda, ela começou a viver de uma nova forma. Assim ela ficou ali na areia, atormentada.






avatar
❖ Yuriko Yagami ❝Ômega❞
Árbitro
Árbitro

Aniversário : 07 de Setembro
Lugar de Origem : Japão
Mensagens : 79
Data de inscrição : 29/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆Combate em 2nd South: Hisako & Yuriko & Keith X General de Agliareth ☆

Mensagem  Keith Wayne em Qui Mar 22, 2018 5:17 pm



Eloquent
Keith Wayne
Misunderstood Boy


ㅤㅤA cidade estava completamente fodida. Semáforos destruídos, árvores despencadas, prédios assolados. Keith sentiu certa familiaridade com Chicago na época dos blackouts, uma época em que não se podia dar bobeira na porta de casa ou te deixavam nu, levavam até sua cueca.
ㅤㅤAquele monstro sucumbiu, se transformando numa espécie de Shao Khan do UMK3 quando era derrotado. O bizarrão explodiu, expelindo um monte de bagulho para o alto. Wayne teve que tomar distância para não sofrer com possíveis estilhaços daquilo e, cansado, procurou o beiral que dividia a calçada da areia para se sentar. Assim ele apoiou o cotovelo canhoto sobre o joelho respectivo e contemplou o mar por alguns instantes.
ㅤㅤ— Que pica, hein?
ㅤㅤDe modo autômato, ele levou a mão destra ao bolso lateral da calça e acabou percebendo que havia sim um cigarro todo amassado ali – típico cigarro de bêbado – contrário do que havia verificado antes… malditas costuras “overlock”. Ele colocou o cigarro entre os lábios e caminhou em direção a Hisako, que parecia tentar amenizar o sofrimento que Yuriko passava. Chegando próximo à guerreira do além com aquele cigarro torto e apagado entre os lábios, ele tocou o ombro da menor e disse:
ㅤㅤ— Mocinha… Japão é um bagulho muito louco… Quando falam que os EUA representa a liberdade… É por conta disso aí, oh… — e ele apontou pra Yuriko, só então se aproximando por trás da garota, ainda com o cigarro entre os lábios. — Os velhos no Japão são muito preocupados em agir perfeitamente… quem paga são os novos, que só querem viver como qualquer outro… — e disse para si… — Bela cultura… heh!
ㅤㅤCom a mão energizada, Keith buscou desferir uma cutelada contra a nuca de Yuriko que, se tivesse sucesso, a garota apagaria ali. Assim sendo, o americano colocaria o corpo da japonesa sobre o ombro direito, com o tronco dela pendido sobre suas costas e as pernas repousadas sobre seu tronco, com a bunda exatamente sobre o ombro, ao lado da cabeça. O braço destro do Wayne faria uma trava nas pernas para que o corpo dela não escorregasse para trás. Keith olhou para Hisako e fiz sinal de isqueiro…
ㅤㅤ— Tem fogo aí pra eu acender este cigarro?
ㅤㅤIndependente da resposta, ele faria um sinal com a cabeça para Hisako, indicando que saíssem dali. Poderiam achar estranho Keith agindo naturalmente com aquela guerreira do outro mundo, entretanto, comparada com algumas personagens da linhagem de sangue daquele americano, Hisako era uma top model.
ㅤㅤ— E aí… Seu nome é qual mesmo? Vam’bora procurar alguma coisa pra beber enquanto essa garotinha aqui — e dava dois tapões contra a bunda de Yuriko, deixando marcas avermelhadas — não acorda? Acho que vou te ver mais vezes por esta cidade, menina cinza!

Eloquent
Keith Wayne
Misunderstood Boy

avatar
Keith Wayne
Visitante
Visitante

Lugar de Origem : Chicago - Il
Mensagens : 17
Data de inscrição : 30/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆Combate em 2nd South: Hisako & Yuriko & Keith X General de Agliareth ☆

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum