2nd South
Este fórum contém material para adultos,
destinado a indivíduos maiores de 18 anos.

Se você não atingiu ainda 18 anos,
se este tipo de material ofende você,
ou se você está acessando a internet de algum país
ou local onde este tipo de material é proibido por
lei, NÃO PROSSIGA!!!

Os autores e patrocinadores deste fórum não se
responsabilizam pelas conseqüências da decisão do
visitante de ultrapassar este ponto.

☆ Natal 2018 ☆ Ocultos de Second

Página 6 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Ir em baixo

Re: ☆ Natal 2018 ☆ Ocultos de Second

Mensagem  ƑιℓιαMє∂ιcι✵Hαη∂ѕσмєƬнєση em Sab Jan 12, 2019 8:34 pm




As duas meninas subiram para dar uma olhada na vista local. Filia nunca tinha visto a cidade de uma outra perspectiva, só ouviu falar das encrencas e bagunças que já ocorreram por aquelas ruas. A princípio, quando veio para a cidade atrás da amiga que tinha uma residência fixa em 2nd a Medici não havia se informado nem um pouco sobre a cidade. Ficou vagando de trem em trem as escondidas, tomando carona nas viagens na surdina, roubando alguns lanches para se alimentar em certas paradas e só pensando em rever a amiga, agora, sua atual namorada.


A Medici não tinha mais família, então por quê se privaria de uma nova vida?


A vista ali do alto do campanário não era ruim não, na verdade, ficaria na memória dela como uma das poucas coisas bonitas que havia visto na cidade até agora. Sorrindo, a garota com o Theon em sua cabeça ficou observando por um tempinho em silêncio, até que a brincadeira começou lá embaixo.  


As duas meninas haviam subido assim que Filia concordou com a volta. Elas andaram por um momento até que uma escadaria chamou atenção da filha da máfia de Nova Meridian. Ela não se conteve em chamar Carol para olhar por lá, e foi quando colocou os pés próximo de um dos sinos enormes (coisa que Filia nunca viu em sua vida), a Medici descobriu através de Carol que ali é onde acontecia a troca de socos.  Isso espantou a Medici que não conseguia pensar por quê em um lugar onde deveria ter harmonia, possuía um espaço carregado para lutadores dispostos a ir ao seu máximo, só que esse pensamento se dissipou quando ficou bem próxima de uma das janelas. Aproximou-se e ali ficou a namorar 2nd.


 As duas foram até onde todos estavam reunidos. Como antes de subir havia deixado o presente na mesa onde estavam Iori e Dean, Filia se sentou junto a Carol, fazendo companhia aos pais dela e encarou onde começava as brincadeiras.


Não conhecia ninguém. Se perguntassem o nome por âmbito de fama ou boca falada, ela nem sabia quem era quem. Sentindo-se um pouco nervosa, Filia ficou a observar os que iam e vinham, até que sua vez chegou.


Samson: Hã? Já?


Filia: Acho que sim, né?


Carol: Vai lá, Filia!


A mocinha que havia pego o presente e o posto encima de seu colo para poder sentar, se levantou, carregando consigo o embrulho azul com algumas estrelinhas. Devagar ela passou pelo meio daquele povo todo, olhou para os lados um pouco temerosa, e foi caminhando em direção ao homem negro e alto que a fez erguer a cabeça, o que resultou no chapéu de mamãe Noel caindo um pouco para o lado e os olhos amarelos de Samson encarando Duck King de forma nem um pouco amistosa.


Filia: Eu nem sei o que dizer... Desculpa. —— Ela falou tímida, pegando o presente que era dado a ela com certa relutância. Filia sentiu seus cabelos se moverem e os tendrills de Samson agitaram as pontas. O Theon era ciumento demais para com ela, mas deu um tapinha no mais próximo que havia ali de seu corpo e o mesmo sossegou o facho. —— Muito obrigada senhor! E desculpa o Samson! Ele é muito chato mesmo!


Nisso ela colocou seu presente a baixo do embrulho e então fez sua pequena e singela participação nessa história.


Filia: Meu amigo secreto, eu não tenho ideia de quem seja. Nunca a vi pessoalmente, se quer sei se as pesquisas que fiz antes tornam sua face, a verdadeira que andei vendo por aí pelos browsers, mas recentemente descobri que sim, então, depois de pesquisar bastante e ter uma ajudinha extra, eu acho que encontrei os presentes perfeitos para ela! Meu amigo secreto é Candy Yagami! —— Nisso a menina olhou para a ruiva, que viu em algumas imagens que Carol havia passado a ela, se não fosse pela namorada nem saberia por onde começar ou no que exatamente se inspirar. Por conta disso, Filia deu dois presentes: uma mini saia e um doce que pelo que pescou, parecia ser um dos preferidos da ruiva.




ƑιℓιαMє∂ιcι✵Hαη∂ѕσмєƬнєση
ƑιℓιαMє∂ιcι✵Hαη∂ѕσмєƬнєση
Visitante
Visitante

Aniversário : 18 de Março
Lugar de Origem : Mapplecrest - Nova Meridian.
Mensagens : 11
Data de inscrição : 20/07/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆ Natal 2018 ☆ Ocultos de Second

Mensagem  Rєbєccα◣Cαиdy Cαиє◥Yαgαмi em Dom Jan 13, 2019 8:49 am






Hora do Presente




ㅤㅤㅤㅤCandy conseguiu controlar os meninos, tanto que depois de receberem os presentes que aguardavam, um a um que brincava no chão envolta da árvore foi pegando no sono, os mais velhos foram para os quartos dormir, os pequeninos ficaram ali adormecidos sob os olhos da popstar.
ㅤㅤㅤㅤ— Vou levá-los para os quartos, vou chamar um das ajudantes para não demorar. - comentou Hotaru próximo ao pé do ouvido da ruiva.
ㅤㅤㅤㅤ— Eu ajudo também ela falou, esses pestinhas até enganam quando estão dormindo, parecem anjinhos. - ela fala sorrindo e pegando uma das meninas que dormia abraçando uma pelúcia no colo.
ㅤㅤㅤㅤQuando ela terminou de carregar as crianças boa parte dos convidados estavam por ali e Lilith deixava Yuriko no centro da roda para entregar seu presente, Candy sorriu e foi até a mulher de seu tio Terry.
ㅤㅤㅤㅤ— Eaí, tia Lilith. Como está o Jack? - ela perguntou sorrindo e entrando na frente da mulher.
ㅤㅤㅤㅤ— Ah! Oi, Candy. - ela falou estacando os passos para não se esbarrar na cantora. - O Jack está ótimo, era para estar aqui se o pai dele não estivesse atrasado. - a ruivinha parecia perceber um pouco de raiva na voz da mulher, mas isso não estava transparecendo em seu rosto, então preferiu não comentar sobre o assunto.
ㅤㅤㅤㅤ— Estou morrendo de saudades dele! Aquele garoto puxou mesmo o pai! - ela começava a tagarelar. — Quando você ia para trabalho aqueles dias que fiquei com ele, ele não parava de tentar apertar meus peitos! Vê se pode? - ela colocava a mão na cintura e virava a cabeça de lada tentando mostrar indignação.
ㅤㅤㅤㅤRindo a ruiva com vestido transparente sentou-se novamente ao lado de Lazuli e concluiu olhando para Candy.
ㅤㅤㅤㅤ— Assim ele não pode querer negar que o filho é dele, não é mesmo? - ainda rindo a mulher olhou para quem estava falando na brincadeira e chamou a atenção da popstar. - Acho que é você que a menina está chamando. - e apontou para Filia no centro do salão.
ㅤㅤㅤㅤCandy Cane nem tinha percebido as coisas e até achou rápido demais ter saído seu nome.
ㅤㅤㅤㅤ— OKAY! - ela disse girando e indo de encontro a menina.
ㅤㅤㅤㅤEla tinha um sorrisão no rosto que aumentou mais quando viu os presentes, principalmente as balas de banana. Ela apertou a garota com os braços e a tirou do chão por breves momentos.
ㅤㅤㅤㅤ— Obrigada! Como sabia que eu adorava essas balas? - ela perguntou olhando para o lado de Carol que estava na mesa com o resto da ninhada Yagami.
ㅤㅤㅤㅤA pergunta era retórica, claro. E Candy ainda acrescentou enquanto soltava a menina que tinha uma expressão no rosto indecifrável no momento.
ㅤㅤㅤㅤ— Cuida bem daquela pequenina viu! Ela é uma Yagami agora, fazer mal para ela vai mexer com todas nós. - ela terminou a frase sorrindo e dando uma piscadinha para Filia, sim já estava no grupo do whatsapp da família que Carol estava namorando.
ㅤㅤㅤㅤE deixando a garota voltar para seu lugar a popstar coçou a nuca tentando lembrar onde havia deixado o presente que comprara. Ela pode ver a sacola perto da árvore de natal e começou a falar.
ㅤㅤㅤㅤ— MERRY CHRISTMAS, PEOPLE! - a voz dela estava alta, mas não poderia ser classificado como um grito, ela só elevou o volume para ser ouvida por todos.
ㅤㅤㅤㅤ— Eu sinceramente nem acho que essa pessoa deveria ganhar um presente de natal, mas isso seria guardar rancor demais para mim! E a culpa nem dela é, sendo sincera! É mais do pai dela, não sei por que meu pai reclama tanto do cara, eles até parecem iguais na hora de criar os filhos, se é que treinamento é criação de filhos. - ela revira os olhos e procura a garota que havia tirado. — Eu não conheço muito do seu gosto, tentei achar algo que seria de seu agrado, venha pegar seu presente na árvore de natal… - ela ia caminhando até o enfeite enquanto falava e pegava a sacola em mãos. — LEONA!
ㅤㅤㅤㅤCandy estendia para a soldado da Ikari a bolsa e sorria olhando para o rosto da mesma. A bolsa era grande e escura, quando pegada tinha um peso também para sustentar.


Rєbєccα◣Cαиdy Cαиє◥Yαgαмi
Rєbєccα◣Cαиdy Cαиє◥Yαgαмi
Visitante
Visitante

Aniversário : 27 de Outubro
Lugar de Origem : Toronto, Canadá
Mensagens : 27
Data de inscrição : 01/12/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆ Natal 2018 ☆ Ocultos de Second

Mensagem  ☠ỈⱩᗩᖇỈ ᗰᙓᖇCᙓȠᗩᖇϓ☠ 〘ℒℋ〙 em Dom Jan 13, 2019 8:29 pm


ㅤㅤㅤㅤLeona deixou de esperar pela chegada de seu pai na festa após o início da brincadeira, já passava muito do horário dele sair de qualquer lugar, ele ficaria onde quer que estivesse, em casa ou no trabalho.
ㅤㅤㅤㅤA aglomeração do pessoal da Ikari a sua volta fez a soldado não dar grande atenção as trocas de presente, sua ocupação estava sendo tentar entender um pouco do que se passava entre o coronel e o tenente. Ela viu uns dos novatos com eles, pareciam unha e carne, andavam para cima e para baixo sempre juntos pela base e até mesmo nas missões. A filha do general não era para conversas, todos sabiam disso, mas o coronel sempre insistia em falar com ela e até mesmo fazer piadas, mesmo não tendo uma resposta esperada ou uma risada de deleito.
ㅤㅤㅤㅤVez ou outra, seus olhos iam para a porta de entrada e voltava para a brincadeira que decorria. A voz da garota que falava agora era mais alta que os demais, não superando a de Ralf Jones e Duck King. Ela ergueu a sobrancelha ao ouvir o que ela falava de seu próprio pai, o que foi diferente ela chamar seu nome, como se tivesse uma associação de comportamento entre os homens citado por ela que fizesse óbvio que ela chamaria Leona como revelação de quem tirara.
ㅤㅤㅤㅤA garota se aproximou da oura e pegou seu presente, agradecendo o mesmo com um aceno simples. Após verificar do que se tratava, ela deixou o mesmo próximo aos colegas de trabalho, não queria que nenhuma criança sem vigília pegasse aqui para brincar. E indo até o centro, com o presente que havia levado em mãos foi rápida em anunciar quem havia tirado.
ㅤㅤㅤㅤ- Boa noite a todos e boas festas também. - ela começou. - Não vejo por que demorar muito, quem eu tirei é você Carol Yagami. - a soldado fala estendendo a caixa embrulhada de presente e furada que tinha em mãos. - Espero que goste, tive que veri… pesquisar para saber o que gosta.
ㅤㅤㅤㅤDepois que Carol pegou o presente que continha uma flor rara de jardim, a Ikari voltou para próximo de seu bando, que apesar de não se sentir a vontade com elas, ainda sim era mais confortável que no meio de pessoas desconhecidas.



☠ỈⱩᗩᖇỈ ᗰᙓᖇCᙓȠᗩᖇϓ☠ 〘ℒℋ〙
☠ỈⱩᗩᖇỈ ᗰᙓᖇCᙓȠᗩᖇϓ☠ 〘ℒℋ〙
Visitante
Visitante

Aniversário : 10 de Janeiro
Lugar de Origem : Desconhecido
Mensagens : 14
Data de inscrição : 21/06/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆ Natal 2018 ☆ Ocultos de Second

Mensagem  ᘛℭаяoℓ, ᵗʰᵉ ƤƛƖƝƜӇЄЄԼ em Seg Jan 14, 2019 6:57 pm


É a minha vez!

Isso foi alguns minutos atrás.

Embora eu esteja vivendo aqui, esse era o único local que ainda não havia visitado e olhado como é por dentro e nem por fora. Estar aqui hoje, nessa festa de natal e fim de ano era uma oportunidade de matar essa curiosidade e apreciar uma bela vista ali do alto. Subimos as escadas e parece que não havia ninguém para nos impedir. Lá em cima, tudo estava quieto, escuro, mas a visibilidade ainda era boa por conta do brilho da lua no céu.

Filia ficou impressionada com o tamanho dos sinos do orfanato e até deu a volta por eles para vê-los mais de perto. Eu andei olhando para o local e percebi que era ali mesmo onde as lutas aconteciam. Era possível ver alguns danos na estrutura e no piso do local, o que me faz pensar novamente: O que leva as pessoas a virem brigar em um lugar tão calmo e cheio de crianças inocentes? No fim de tudo isso, acabamos eu e Filia olhando a paisagem ao longe. De um lado podíamos ver a grande área florestal de Sarah Forest e do outro lado, era possível ver a cidade ao longe, assim como algumas casas na redondeza da instituição filantrópica.

Carol: Olha lá, Filia! —— Eu apontei para um determinado local, como se tivesse certeza de uma coisa. —— Eu acho que é ali que fica a minha casa! Consegue deduzir onde você está daqui de cima?

Eu olhei para ela e a menina ficou um pouco confusa. Era como se ela ainda não soubesse se guiar por aqui.

Filia: Ahm... acho que fica ali! —— E ela indicou uma direção, que eu não tinha tanta certeza se estava correto. Mas não importava.

Dei uma risadinha e ficamos em silêncio por um momento, uma ao lado da outra, de mãos dadas, apreciando tudo aquilo o máximo que podíamos.

Filia: Essa cidade é linda durante a noite.

Carol: É verdade. —— Eu apertei ainda mais a mão dela. —— Estou feliz de podermos recomeçar nossas vidas aqui. Longe de tudo aquilo...

Filia olhou para mim, neutra. Ainda tinha coisas que ela não se recordava bem sobre os incidentes em nossa terra natal.  Eu já superei a maioria dos acontecimentos ali, mas era difícil não se lembrar das dores, das perdas, do sofrimento agonizante que passamos lá. E foi o meu silêncio para essa questão que terminou com Filia soltando minha mão e me envolvendo em um abraço.

Isso era tudo o que eu precisava naquele momento. Os abraços dela sempre serviram como um porto seguro para mim. Desde a época que éramos apenas melhores amigas na escola. Eu nunca me esqueci daqueles momentos... Queria tanto que ela pudesse se recordar de como era nossas vidas antes de tudo isso acontecer, mas seria difícil. E também, nem tudo ali... não sei se valeria a pena ela se lembrar de tudo.

Ouvimos a voz do Ralf Jones vir lá de baixo e isso nos alertou de que era hora de descer e se reunir com todos. Às pressas, fomos descendo as escadarias e retornando para o salão aonde a festa acontecia. Não deu para cumprimentar as pessoas, mas notamos que alguns nos olhavam. Não sei se era pelo fato de estarmos de mãos dadas ou se era porque estávamos combinando com roupas de mamãe noel. Mas não importava. Quando chegamos aonde estavam meus pais, nos sentamos e ficamos assistindo as trocas de presentes, fazendo alguns cochichos baixos.

Foi quando me assustei com o Clark, um dos soldados dos Ikari Warriors – e também, um dos lutadores que me enfrentou alguns anos atrás no Memory Circus, apareceu na minha frente, interrompendo minha conversa com a Filia. Ele me deu três joguinhos de gameboy, me explicando como cada um funcionava. Fiquei de olhos arregalados, sem saber como reagir ao presente inesperado. Por um momento, pensei que eu fosse a amiga oculta dele, mas não, era apenas uma lembrança que ele quis me dar e todos esses jogos tinham uma certa semelhança com o ocorrido de anos atrás. Fiquei sem jeito e, da mesma forma, eu o agradeci. Principalmente depois de ouvir ele me dizer para ser um pouco mais ‘humana’ nesse ano. O que será que ele quis dizer com isso? Seria trauma pela forma como lutei com ele naquele tempo? Seja lá o que realmente significasse... eu relevei e o agradeci.

Carol: Muito obrigada, senhor Clark! Tenha um bom começo de ano também!

Deixei os joguinhos em cima da mesa, ao lado do meu presente. Então, a brincadeira prossegui com o Duck tirando Filia e ela finalmente tendo sua primeira interação com todos ali. Ninguém a conhecia. Ninguém sabia de onde ela veio e quem era ela. Eu já a ouvi falando que queria fazer novos amigos, começar uma nova vida aqui. E ela ter tirado minha irmã Candy foi o primeiro passo para todos saberem que ela seria uma nova integrante da nossa família. Eu espero que todos a aceitem, de verdade, mesmo tendo aquele bicho chato e resmungão no topo da nuca dela.

E finalmente chegou a minha vez. Leona, outro soldado da Ikari Warriors me chamou e me entregou um presente muito bonito e bastante simbólico. Quaisquer tenham sido essas pesquisas ao meu respeito, ela soube muito bem que sou apaixonada por flores e por jardinagem. E quando eu vi que se tratavam de Trevos-Listrados, também conhecida pelo nome de Azedinhas-listradas, eu fiquei maravilhada. Não sei onde ela conseguiu essas flores, mas com certeza eu daria um jeito de arranjar um espacinho para elas no meu jardim lá de casa. Ela tomou todos os cuidados para não danificar as flores, o que me deixou bastante contente. Olhando para Leona, mesmo que ela pudesse estranhar meus olhos envoltos por uma intensa escuridão, com orbes vermelhas e brilhantes, e até mesmo as cicatrizes em forma de x marcando meu rosto, abri um sorrisão para a mercenária e a agradeci.

Carol: Você escolheu muito bem! Assim que as transferir desse vaso para o meu jardim, vou convidá-la para visita-las. Vou preparar uma delas num jarrinho para você levar, como uma lembrancinha minha! ^^ —— Eu não esperei por uma resposta dela, mas de toda forma, ela estava ciente de que eu iria realmente fazê-lo.

Voltei para o meu lugar e busquei o meu presente. Deixei o que ganhei ali e então, voltei para o centro onde tive a atenção de todos. Era um pouco intimidador ter as atenções voltadas para mim, mas eu precisava fazer o meu anuncio.

Carol: O meu amigo secreto é um rapaz que não teve medo do meu pai. Hoje ele cuida da minha irmã e parece que ela se tornou um pouco mais sociável hoje graças a ele. Não sabia muito bem o que escolher de presente para você (e eu não tinha um dólar para pagar o site também, então...) mas acredito que fiz uma escolha bem legal. Meu amigo oculto é você, Keith Wayne! —— Meu presente para o Keith era uma jaqueta de motoqueiro. Eu não sei se ele tinha motos, ou se ele gostava dessas coisas, mas eu achei a jaqueta muito maneira e acho que combinaria com ele. Espero mesmo que ele goste dessa Texx New Rock Revolution.

Esperei por ele vir receber o presente, entregando-o com um lindo sorriso no rosto.

ᘛℭаяoℓ, ᵗʰᵉ ƤƛƖƝƜӇЄЄԼ
ᘛℭаяoℓ, ᵗʰᵉ ƤƛƖƝƜӇЄЄԼ
Visitante
Visitante

Aniversário : 23/10/2002
Lugar de Origem : O vale de Maplecrest, localizado em Nova Meridian.
Mensagens : 55
Data de inscrição : 28/09/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆ Natal 2018 ☆ Ocultos de Second

Mensagem  Keith Wayne em Qua Jan 23, 2019 6:51 pm



Eloquent
Keith Wayne
Misunderstood Boy



ㅤㅤㅤEssa porra de família é foda. Quando a Pequena apertou meu braço, eu já sabia que havia alguma apreensão ali. Porra! Seu pai era o único parceiro dela e agora ela vive com cara de cu quando olha para o cara. Iori nunca me enganou. Esse pula pula de relacionamento dele é foda e, embora o velho vagabundo tenha se abstraído de me falar qualquer coisa numa conversa corriqueira sobre o Yagami (“Cara… Eu não sei de nada…” — ele disse), o ruivo tinha cheiro de problema de longe. Não perdi meu tempo procurando sobre o passado dele.
Mas eu sabia que, se Yuriko saísse dali com raiva, eu teria que lustrar a ponta do meu caralho com o melhor óleo lubrificante já produzido no planeta, porque ela iria querer transar com ódio e, sinceramente… acho que ninguém neste mundo aguentaria transar com Yuriko chei’de ódio. É um bagulho sinistro.
Eu acenei para alguns presentes que conhecia, vi DK num canto, tava agarrado e sendo vigiado pela morena espetacular, uma das mais – senão a mais – gostosa daquela noite. O “Bonde” (lê-se o “e” sem relaxamento) parecia que nunca mais voltaria a ser o mesmo. Passei o olho e não vi o velho vagabundo, mas sua mulher estava lá, com cara de cu, provavelmente pelo atraso já peculiar daquele filho da puta. Engraçado, só não se atrasava quando a gente fazia churrasco, porque o churrasco era naquele moquifo onde ele morava com Rock. Eu sei que tinha um monte de gente desconhecida. Nem a mãe gostosa da Pequena apareceu pra eu lançar umas piadas. Que coroa gostosa! Acho que já falei isso numa outra oportunidade.
Enfim… Entrei naquela parada lá, entreguei os presentes da gurizada e esperei minha vez. Demorou pra caralho… PRA CARALHO! Demorou tanto que acabei pegando no sono e senti a Pequena dando uns tapões no meu braço, dizendo que era minha vez. Puta que pariu! Eu estava babando já, maluco! Sério.
Passei as costas da mão sobre o canto dos lábios pra tirar a saliva e peguei o presente pra quem daria. Vi que, quem havia me tirado era uma garotinha muito bonitinha que tinha umas cicatrizes na cara… Nada que “Cicatricure Gel” não desse jeito. Sim! Estou fazendo propaganda porque vou atravessar um caminhão dessa porra na próxima semana… Na minha mão será mais barato… Enfim… Peguei aquele jaquetão bolado, afaguei a cabeça daquela menina que nem sei o nome e agradeci. Desejei Feliz o que ela quisesse que fosse, já que não sei se é cristã ou se acredita em alguma coisa e fui logo anunciar o meu amigo secreto.
— Âââââââh… — bocejei mesmo… — Desculpe! Então… Sem enrolação… Não conheço meu amigo secreto… Não sei quem é… Nunca vi na vida ou não me lembro… Aqui tá meu presente… — parei pra ler o nome dele que estava escrito na palma da minha mão, ‘talkey’? — GASP… PERA… PERA… GASTER!

Eloquent
Keith Wayne
Misunderstood Boy

Keith Wayne
Keith Wayne
Visitante
Visitante

Lugar de Origem : Chicago - Il
Mensagens : 41
Data de inscrição : 30/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆ Natal 2018 ☆ Ocultos de Second

Mensagem  Đεstroчεr ⌠ 八神 庵 ⌡ em Qua Jan 23, 2019 8:13 pm



O amigo oculto que se ocultou de verdade
OCULTOS DE 2ND

ㅤㅤNos dias que antecedem aquela festa, Iori esteve com sua família fazendo compras pela cidade. Além de resmungar o tempo todo a raiva que sentia por estar sendo feito de burro de carga pelas mulheres da família, ele acabou sendo pego de surpresa quando um sujeito chamou sua atenção.

ㅤㅤ── “Ei, você aí!” ── Sério. O cara parecia daqueles bem suspeitos, de capuz, blazer longo, escondendo o rosto, olhando para os lados, como se fosse um vendedor de drogas. Iori até pensou que poderia ser um dos empregados do Keith aí querendo passar alguma notícia da Yuriko ou qualquer porra que fosse. Mas então...

ㅤㅤ── O que diabos você quer comigo? ── Iori precisava socar alguém. Ele estava estressado. E se aquele cara estava o chamando, era uma oportunidade perfeita para aliviar um pouco do estresse afundando o rosto de alguém ali mesmo. Mas eis então que ele era pego de surpresa.

ㅤㅤ── Eu sou um dos empregados da 3YE e sujou, mano. Sujou a porra toda! ── Ele falou desse jeito, como se o Iori se importasse.

ㅤㅤ── Tsc. E eu com isso?

ㅤㅤ── O lance é que o Gaster não vai aparecer no amigo oculto. Então... ele pediu pra eu vir até você e te entregar essa caixa aqui! Cuida bem e CUIDADO com esse negócio aí! Deixe longe das mãos das crianças! ── Ele entregou uma caixa, ainda não estava embrulhada. Era uma caixa de madeira, bem bonita por sinal. Iori ficou curioso e abriu, vendo do que se tratava.

ㅤㅤ── Ele vai dar isso pro amigo oculto dele? ── Iori o olhou, um pouco surpreso.

ㅤㅤ── É. Você pode entregar no nome dele? Ele ficará eternamente grato se puder justificar a ausência dele. Aqui o nome da pessoa que ele tirou.

ㅤㅤAo receber o nome, Iori sorriu.

ㅤㅤ── Só farei isso se me disser o que realmente aconteceu. Eu não quero dar desculpas esfarrapadas para a pessoa, afinal de contas, se ele se comprometeu a participar do evento, no mínimo deveria dar alguma credibilidade e fazer algum sacrifício para estar presente.

ㅤㅤO outro olhou de um lado e depois pro outro. Então, com um pouco de relutância, revelou os motivos.

ㅤㅤ── Seguinte... alguém da polícia de Second South Town ouviu uma conversa dele com a menina lá que está beijando sua menina. ── Ele apontou para o casal Carol e Filia. ── Parece que o Gaster revelou para ela que veio de outro país e também de outro mundo. A pessoa que ouviu fez uma denuncia de imigrantes clandestinos e Kevin baixou lá com a Mary e geral tá sendo investigado. Gaster garantiu a papelada da galera, toda a documentação, mas teve que sumir.

ㅤㅤ── Ah... entendi... Hahaha... ── Iori não bateu naquele cara. Mas isso foi tão divertido de ouvir que ele até considerou o trabalho de entregar o presente de Gaster para a tal pessoa.

ㅤㅤ── Vou nessa. Não conta pra ninguém. ── E o cara pôs-se a correr.

ㅤㅤDepois disso, Iori enfiou aquela caixa nas sacolas que pertenciam a ele, para evitar de que Dean, ou mesmos suas filhas, acabassem por mexer naquilo. Todo cuidado era pouco.

ㅤㅤO dia da festa

ㅤㅤQuando Iori chegou e procurou um lugar para se sentar com a sua mulher, ele foi abordado por Candy, que lhe deu um abraço apertado e depois... meio que confundiu a sua companhia com outra pessoa, corrigindo-se na hora, dando um abraço e um beijinho também, metendo o pé em seguida. Dean pareceu não ter curtido muito isso, mas Iori relevou. Afinal, ele não disse para ninguém que estava com ela. Era comum que fossem estranhar, mas... ele estava pouco se fudendo para o que pensassem dele.

ㅤㅤO ruivo deixou as meninas à vontade. Ficou sentado lá com a sua amada e conversando de coisas que interessavam somente a eles dois. Ele notou o olhar de espanto da Yuriko quando o viu e acabou que ela não veio falar com ele, tão pouco Keith, que o ruivo havia cumprimentado no ano anterior por ele ter cuidado muito bem dela durante todo esse tempo. Enfim, já era adulta, já tinha idade para lidar com os seus problemas. Mas é aquela coisa... se tem algo de errado, Iori tem de ser culpado. Se não, o mundo não estará a salvo!

ㅤㅤA brincadeira começou e Iori não deu tanta importância para os demais acontecimentos, só ficou pensando no que ele falaria quando chegasse a sua hora de presentear e principalmente a vez dele entregar o presente do amigo que faltou. E essa hora acabou sendo a primeira, quando Keith anunciou o nome do ser que não veio. Iori ficou em silêncio por alguns segundos, viu todos os convidados começando a se olharem uns para os outros, querendo saber onde estava o Gaster. E foi aí que ele se levantou e aproximou-se de Keith, pegando o presente do faltoso.

ㅤㅤ── Eu fico com isso, Keith. O maldito não veio. E vou dizer o motivo: A polícia está investigando a 3YE, parece que tem imigrantes sem documentação trabalhando para ele. Algo assim. No entanto... ele me deixou o presente e o nome da pessoa que tem de receber. ── Keith se afastou. E Iori continuou. ── Bom, ouvi dizer que essa mulher é muito forte e também violenta. Ela costuma dizer aos seus inimigos que vai chutar o rabo deles até o inferno. E eu espero que ela faça isso com o Gaster, ele quem deveria estar aqui e entregando o presente a ela. Enfim... Katarina Alves, você é a amiga oculta do cara que se ocultou de verdade.

ㅤㅤO presente dela era uma pistola chamada Samurai Edge. Iori soube que a Katarina costumava usar armas em alguns combates, então, talvez fosse essa a justificativa de Gaster em presenteá-la com algo assim. Depois que ela pegasse o presente, Iori voltaria para o seu lugar, cruzaria seus braços e ficaria aguardando sua vez de verdade.

Đεstroчεr ⌠ 八神 庵 ⌡
Đεstroчεr ⌠ 八神 庵 ⌡
Administrador
Administrador

Aniversário : 25/03/1975
Lugar de Origem : Tóquio, Japão
Mensagens : 177
Data de inscrição : 11/08/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆ Natal 2018 ☆ Ocultos de Second

Mensagem  Katarina Alves em Qua Jan 23, 2019 9:29 pm


Katarina Alves
Amigo Oculto
"O que é Natal?"



ㅤㅤㅤKatarina quase desistiu daquela festa de Natal. Estava num canto bebendo e comendo após a mal educada da garota que foi falar com ela não esperou sua resposta e saiu andando. A brasileira se conteve por causa do lugar, ela tinha um pouco de empatia para com as crianças do orfanato, mas aquela fedelha sempre lhe provocava depois ficava com carinha de santa.
ㅤㅤㅤTeve um periodo do evento que a mulher foi ao banheiro, tinha bebido demais e estava com a bexiga explodindo. Depois de perguntar a direção para a menina alegre de cabelos azuis que atendia a todos com bastante entusiasmo e animação.
ㅤㅤㅤA brasileira sentou no vaso e ficou lá, demorou para terminar de esvaziar toda sua bexiga, acabou peidando também no processo, mas não se importou nenhum pouco com aquilo, era no banheiro que ela estava. E não teve pressa nenhuma de sair dali, secou-se, jogou o papel no lixo, tampou o vaso, deu descarga e foi para frente da pia e espelho.
ㅤㅤㅤLavou o rosto e puxou um papel para secar ao lado, isso tudo de forma bem calma, que levou uns quinze minutos para ela voltar onde estava todo mundo. A brincadeira já tinha começado, ela via  uma garotinha falando, depois um negro e foi seguindo, até que ela ouviu seu nome. Nesse momento ela tinha acabado de dar uma mordida generosa num cachorro quente que tinha na mesa. Estava com a boca entopida com pão e salsicha. Ela deixou a metade da comida sobre a mesa, passou as mãos na toalha ali mesmo, pegou seu presente e continuou indo até o homem que havia a chamado mastigando o resto do pão que ainda estava na sua boca.
ㅤㅤㅤAo terminar de engolir ela agradeceu.
ㅤㅤㅤ── Não tendo documentação nem vou ficar com isso, vão acabar me prendendo, esse país está uma merda para pessoas estrangeiras. - ela comentou num inglês parco.
ㅤㅤㅤColocou de lado o presente, próximo aos seus pés no chão e começou a falar, com sua voz bem carregada de sotaque e arrastada por causa da sua situação atual: bêbada.
ㅤㅤㅤ── Posso ter errado na escolha do presente, principalmente depois de ver por aqui a pessoa que fui agraciada de tirar nessa brincadeira. Ela não parece ter hábito de usar isso. - Katarina Alves limpou a garganta e trocou o peso de pernas e voltou a falar. ── Não conheço ela, como todos aqui, com excessão daquela fedelha ali. - ela apontou em direção da Alice. ── O que não é muito também, nem sei seu nome, só conheço a cara. Minha amiga oculta é essa ruiva escultural, com um vestido mostrando tudo e mais um pouco, Lilith Skyamiko. - ela fala após erguer a sacola na altura dos olhos para ver o pequeno papelzinho com o nome que estava pregado junto com o laço da bolsa




Katarina Alves
Katarina Alves
Visitante
Visitante

Aniversário : Desconhecido
Lugar de Origem : Brasil
Mensagens : 30
Data de inscrição : 23/02/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆ Natal 2018 ☆ Ocultos de Second

Mensagem  Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko em Qua Jan 23, 2019 10:06 pm




Mais tentação.




ㅤㅤㅤㅤOrfanato, 2nd.

ㅤㅤㅤㅤLilith engatou um papo com Lazuli e Androide 21, depois de entregar seu presente. O nome da segunda ela achou estranho, mas ficou sem querer saber por quê. Ficar perguntando origem de nome não era do feitio dela. O assunto se resumiu delas poderem mantar contato para possíveis futuros encontros e ao encerrar esse assunto a ruiva pediu licença para buscar algo para comer e beber.
ㅤㅤㅤㅤO decorrer da brincadeira ficava em segundo plano na atenção da demônio. Ela estava com a ausência de Terry e principalmente do acordo que ela tinha com ele, único motivo de voltarem a Second naquela época do ano. Fazer Jack estar junto de todos durante o natal e ele conseguiu furar isso com a russa.
ㅤㅤㅤㅤSeus olhos visualizavam Keith pegando seu presente e voltando para seu lugar com a cara inchada de sono e surpreendentemente era Iori que foi fazer uma ponta de porta-voz de outra pessoa. Gaster, nome que ela nunca tinha ouvido, talvez a um ano atrás no Natal do ano passado tenha visualizado a figura.
ㅤㅤㅤㅤSua atenção foi novamente a porta no decorrer do discurso do Yagami e só voltou para a brincadeira quando a mulher falou seu nome. Ela respirou fundo, não podia deixar a irritação com o marido estragar a noite dos outros. Aproximou-se e aceitou seu presente agradecendo a brasileira que estava a sua frente.
ㅤㅤㅤㅤ— Obrigada. - ela estava tão distraída maquinando um jeito de descontar aquela falta de atenção de Terry, que nem notou que a brincadeira tinha fechado e que ficou sem sequência de continuação.
ㅤㅤㅤㅤA ruiva pegou a sacola e foi abrindo em direção a uma bandeja com água de coco, ela já havia bebido demais naquela festa e ao sentir seu peito começar inchar, percebeu que seu filho estava com fome e o pai dele fazendo hora pela rua ao invés de cumprir o compromisso.


Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Ƨяα.Bogard♔ĿıſıthƧkɣαmıko
Administrador
Administrador

Aniversário : 30 de Outubro.
Lugar de Origem : Moscou, Rússia
Mensagens : 320
Data de inscrição : 10/08/2017

https://myalbum.com/album/R7bmZc1yVZWF

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆ Natal 2018 ☆ Ocultos de Second

Mensagem  Rosε Yαgαmι ▬ Andɾoιd 21 em Qua Jan 23, 2019 11:02 pm




Android 21
"Don't bother me and don't get in my way!"
"Natal é diversão!"



ㅤㅤㅤ
O evento de Natal tinha seguimento e a ruiva ficava apenas ouvindo 18 conversando com uma outra mulher ruiva chamada Lilith. Poucas eram as palavras que 21 trocava com as duas, ela apenas escutava e respondia com palavras curtas não por que ela fosse seca mas é porque ela estava muito tímida e por causa disso, ela decidiu dar uma volta e deixando as duas conversarem sozinhas.

Ao chegar no balcão, a Androide 21 não viu um refrigerante disponível e decidiu transformar literalmente  água em refrigerante usando a magia que ela "herdou" de Majin Boo. Depois, ela virou-se de costas para o local para observar um homem ruivo com o cabelo cobrindo parte do rosto, cara de poucos amigos igual à que Vegeta sempre fazia, anunciando um presente que não era seu para uma pessoa que a jovem não conhecia.
Ela percebeu que 18 ficou sozinha quando notou a ruiva tatuada indo à uma bandeja e pegando alguma bebida e foi na direção dela. 21 sentia que ela estava nervosa com alguma coisa.

— Err... Senhorita Lilith? Está tudo bem? —












Rosε Yαgαmι ▬ Andɾoιd 21
Rosε Yαgαmι ▬ Andɾoιd 21
Visitante
Visitante

Aniversário : 21/12/774
Lugar de Origem : Red Ribbon Army.
Mensagens : 9
Data de inscrição : 03/01/2019

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆ Natal 2018 ☆ Ocultos de Second

Mensagem  Cσяσlιиε Ð. Hαωкιиѕ em Qui Jan 24, 2019 2:49 pm




Dean nunca havia participado dessas brincadeiras, se um dia entrou em alguma, essa memória estava ali no âmago de sua essência reprimida ou sufocada por tantas outras. A Éther sorriu para as meninas que traçavam seu próprio rumo ali dentro, até que sua atenção foi chamada por uma menina de cabelos ruivos que falava com Iori.


Coroline naquele instante não sabia exatamente quem era a menina, ficou avoada vendo a criançada, lembrando-se de quando seus dois filhos mais velhos faziam a festa nas poucas vezes que ela conseguia chegar em casa no Natal. A gurizada ria e tornava a sala um verdadeiro ninho de mafagafos, era papel, brincadeiras, bolinhas para os lados.


A criança se aproximou dela e quase pronunciou um nome que a morena detestava em ouvir, uma criatura que havia ficado para trás do momento mais sombrio da vida do casal de prometidos. Dean entortou os lábios grossos e avermelhados, mas não respondeu a menina grosseiramente.


—— Pode me chamar de Dean. —— Era visível que ela não havia gostado. Relevou, concordou e retribuiu o braço e o beijo no rosto que lhe foi dado, fazendo este ultimo na cabeça da criança, como um gesto mais calmo.


Nisso ela e Iori se sentaram e passaram a conversar sobre os seus assuntos caseiros, as crianças e as duas pestinhas de corpo grande que não resolveram aparecer. Como é que os dois estavam se portando? Chegariam com a casa inteira e sem pegar fogo? Isso era questões importantes se levar em conta que cada um deles tinha potencial para tudo isso.


Eis que, a festa começou e Dean ficou acompanhando cada um deles, observando o que se fazia para não realizar nenhuma besteira, uma coisa que ela estava e muito bem-fadada a realizar, se era atrapalhada em alguns momentos de suas lutas, já tendo ocorrido de tropeçar e até capotar por ouvir algumas coisas, quem dirá se enrolar numa brincadeira? Ela não duvidava de nada.


E assim a brincadeira foi ocorrendo até que Iori se levantou para entregar o presente de alguém. Dean ficou surpresa com isso, pendeu até as duas sobrancelhas lentamente, em uníssimo. Se tinha uma coisa que ela detestava, era quando havia algum segredo. Não adiantava, só que as coisas acabaram ali.


Coroline vendo que ninguém mais se manifestava, após a mulher ruiva pegar o seu presente, decidiu dar continuidade ao pequeno evento do local.


—— Bom. —— Ela segurava uma pequena caixa embrulhada em um papel azul e cheia de listrinhas brancas com um lacinho amarelo bem claro, e cutucava a ponta esquerda dela contra a palma de sua mão direita. Era o presente que ela carregava consigo. —— Olha só, meu amigo secreto é um cara de poucos amigos, um ser humano chato, turrão e mal-humorado, mas no fundo é uma boa pessoa. Passamos por poucas e boas, mas apesar de nossos momentos sombrios e ações erradas, nós dois finalmente nos encontramos caminhando pela mesma estrada, lado a lado, mais uma vez. O meu amigo secreto é você! —— Ela então se aproximou de Iori toda feliz e ergueu o presente, descendo-o dando a impressão que iria dar com aquilo nele. —— TOMA PALHAÇO!




Cσяσlιиε Ð. Hαωкιиѕ
Cσяσlιиε Ð. Hαωкιиѕ
Árbitro
Árbitro

Aniversário : 30 de Julho.
Lugar de Origem : Nascida em Akeshiva em outro universo, e com um início de vida terrena na Inglaterra, no vilarejo de Bourton-on-the-Water.
Mensagens : 37
Data de inscrição : 29/11/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: ☆ Natal 2018 ☆ Ocultos de Second

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 9 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum