2nd South
Este fórum contém material para adultos,
destinado a indivíduos maiores de 18 anos.

Se você não atingiu ainda 18 anos,
se este tipo de material ofende você,
ou se você está acessando a internet de algum país
ou local onde este tipo de material é proibido por
lei, NÃO PROSSIGA!!!

Os autores e patrocinadores deste fórum não se
responsabilizam pelas conseqüências da decisão do
visitante de ultrapassar este ponto.

[KOF - MM] CLARK STILL VS SONIA ROMANENKO

Ir em baixo

Quem vencerá a luta?

48% 48% 
[ 10 ]
52% 52% 
[ 11 ]
 
Total dos votos : 21

[KOF - MM] CLARK STILL VS SONIA ROMANENKO

Mensagem  Kain R. Heinlein em Sex Jul 27, 2018 3:24 pm


Clark Still vs Sonia Romanenko
Juiz: Kain R. Heinlein
Regra: Classic Rules
Modo: Luta Rápida
Clark Still começa a partir do dia 1º de agosto!

avatar
Kain R. Heinlein
Visitante
Visitante

Aniversário : 16 de Fevereiro
Lugar de Origem : EUA
Mensagens : 14
Data de inscrição : 30/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [KOF - MM] CLARK STILL VS SONIA ROMANENKO

Mensagem  Kain R. Heinlein em Seg Ago 06, 2018 11:07 am

Sonia tem até o dia 10 para postar seu prólogo. Assim eu confirmarei a derrota de Clark por W.O.
avatar
Kain R. Heinlein
Visitante
Visitante

Aniversário : 16 de Fevereiro
Lugar de Origem : EUA
Mensagens : 14
Data de inscrição : 30/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [KOF - MM] CLARK STILL VS SONIA ROMANENKO

Mensagem  Clark "IKARI" Still em Seg Ago 06, 2018 8:10 pm



Second Southtown, Flórida, EUA.
Horário desconhecido.


De carro alugado, Clark chegava a base para tentar falar com o General, contudo era impedido de adentrar o local pelos soldados que estavam no portão de entrada. Fora através de um deles que o Tenente descobriu que estava impedido de adentrar a base, pois o mesmo deveria  se ausentar de qualquer assunto relacionado aos Mercenários para assim cumprir com suas férias. Naquele mesmo instante o Coronel Jones passava pelo local e percebia o ocorrido, indo até seu companheiro para tentar resolver aquela situação antes que a mesma tomasse um rumo desnecessário. Ralf conversou com os quatro soldados que ali estavam e se afastou com Still um pouco do portão, ficando ambos do lado de fora.

- Ya, Clark!! O que faz aqui, meu camarada?

- Eu soube através da televisão que haverá um novo torneio The King Of Fighters Maximum Mayhem e vim me apresentar para a missão, senhor!!

- Ei, ei, ei… Com calma, vá com calma, Clark… Você não precisa me tratar dessa maneira e você também não deveria estar pensando em se apresentar para uma missão, afinal você está de férias, meu amigo… FÉRIAS!!

- Entendo, no entanto, penso que o General gostaria de ter-me como parte da missão tal qual fora da última vez onde eu participei desse mesmo torneio, ocorrido em 2015.

- Oh, man!! Sinto lhe informar, mas… Não, dessa vez o General escolheu o Setsuna para a missão. Você vinha apresentando um mal rendimento nas suas últimas missões, sabe? O motivo do seu afastamento inclusive é esse, você andava muito… Tenso, sei lá… Meio estressado, desatento, enfim, embaralhado das ideias, saca? Eu acho melhor você ir agora, Clark… A gente vai se falando, beleza?

- Coronel, eu não entendo. Eu me sinto bem, não estou estressado. As últimas missões foram falhas, houveram falhas, contudo, não posso ser condenado por isso… Eu estou bem, estou pronto para a missão!!

Esqueça a missão, soldado… Vá curtir as suas férias!! Pensa o lado bom disso, você está LIVRE DE QUALQUER RESPONSABILIDADE!!! Você pode fazer O QUE QUISER nas férias, não precisa pensar na Ikari Warriors, sacou? Hum!? - e nesse instante Ralf piscava para o companheiro de farda como quem dizia algo nas entrelinhas. O militar de cabelos loiros abaixava o rosto e se despedia, voltando para o centro de Second Southtown.

Após alguns minutos, Clark resolvia estacionar o carro próximo as redondezas do Cassino Woo, pegando um jornal para ler e descobrindo que houveram alguns assassinatos naquele local há poucos dias e, na mesma edição, também na capa (tendo um maior destaque), o anúncio do torneio THE KING OF FIGHTERS MAXIMUM MAYHEM. O loiro logo tratou de ver o modo como poderia se inscrever no evento, fazendo-o sem demora. Clark agora ficaria em um hotel qualquer do bairro coreano até o dia de sua primeira luta, colocando tal endereço na inscrição, pois qualquer notícia deveria chegar até lá e dali o loiro se encaminharia para a peleja assim que a notícia chegasse.

Nesse meio tempo, todavia, o loiro se questionava porquê o assassinato de jovens e outros crimes pareciam ter menos importância que o torneio para aquele jornal? Teria algum envolvimento das partes? Algum interesse em comum? Do modo como fora destacado dava a entender que a notícia fora divulgada, porém ao mesmo tempo abafada. Claro, essas impressões eram, muita das vezes, fruto da imaginação do Tenente que sempre tentava ligar os fatos, ainda que não houvesse ligações entre eles, como fora no último Amigo Oculto da cidade.

O dia e local eram revelados, entretanto a notícia chegava até o militar poucos minutos antes da luta de fato começar, isso por que a moça da recepção entregou a correspondência no apartamento errado sem perceber, desfazendo seu erro assim que o outro hospede a informou. O Tenente tratou então de pegar uma bicicleta emprestada de um dos funcionários que existiam por ali, chegando ao local de combate com certo atraso, mas contando que ainda daria tempo de realizar a peleja.

FIM.

avatar
Clark "IKARI" Still
Visitante
Visitante

Mensagens : 28
Data de inscrição : 24/12/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Prólogo

Mensagem  Соня Романенко em Sex Ago 10, 2018 10:39 pm



ㅤㅤㅤAs inscrições finalizaram, as chaves foram decididas e os encontros marcados para as primeiras lutas do torneio. Eu estava na chave B, não que significasse alguma coisa pra mim estar em um lado ou em outro. Não havia essa coisa de tal adversário é mais fraco do que outro, ainda mais num torneio como aquele. Certamente Jimmy observaria este torneio de algum lugar. Eu sinto isso. Era a minha oportunidade de reencontrá-lo novamente.
ㅤㅤㅤA cidade de Second Southtown vivia uma situação muito diferente do que era habitual. Não pelos assassinatos que estavam acontecendo. Isso poderia espantar a quem não tinha o hábito de ler os jornais da cidade, não a mim. Mas o que havia de diferente eram as manifestações. Talvez isso tenha despertado o interesse pela onda de assassinatos que já acontecia de muito tempo. Alguns frequentadores da cidade pareciam que não conhecia Second Southtown por causa do espanto com os assassinatos. O mundo está cheio de pessoas assim.
ㅤㅤㅤMas as manifestações não me importavam. O que me preocupava eram os olhos do mundo agora voltados para a onda de assassinatos. Eu vivo disso e é isso que paga as minhas contas. E os dias foram correndo quando eu recebi um serviço. Já estava demorando. O que me espantou foi o alvo. Recebi por recado o nome: Lilith Skyamiko.
ㅤㅤㅤ— Não pode ser.
ㅤㅤㅤO problema é que eu havia criado um vínculo com essa mulher excepcional há pouco tempo. Entre conversas esporádicas e algumas doses de Vodka, vez ou outra conversávamos sobre muitas coisas. E a amizade havia começado, quem diria, por causa de um avanço que eu havia dado em seu marido. Mas enfim, já havia entrado na semana que precedia o torneio quando eu a encontrei no horário de almoço. A chamei para conversar num bar que ficava na parte continental da cidade, um lugar onde nós sempre tínhamos a privacidade adequada para isso e ainda nos comunicávamos em nossa língua pátria.
ㅤㅤㅤ— O que é que manda, Romanenko?
ㅤㅤㅤ— Estão atrás de você!
ㅤㅤㅤ— Grande novidade! De uma hora para outra me tornei a Beyoncé branca e ruiva.
ㅤㅤㅤ— A coisa é séria.
ㅤㅤㅤ— Vamos beber!
ㅤㅤㅤ— Não é o seu horário de almoço?!
ㅤㅤㅤ— Foda-se esse trabalho de merda!
ㅤㅤㅤLilith havia largado o ar recatado que tinha quando a conheci. Estava mais solta, mais desbocada. Interessante ver o quanto ela tinha mudado em tão pouco tempo. Bebemos uma garrafa de Vodka em pouco tempo.
ㅤㅤㅤ— Tem um cigarro aí?
ㅤㅤㅤ— Não sabia que você fumava… Não está amamentando?
ㅤㅤㅤ— Um cigarro não vai matar o Jack! As pessoas sim…
ㅤㅤㅤSaquei um cigarro e nós duas fumamos. Expliquei a situação para Lilith e ela me falou algumas coisas. A agente havia dado uma sumida e isso era preocupante, pelo menos pra mim.
ㅤㅤㅤ— E a agente loura? Ela sumiu… — eu disse.
ㅤㅤㅤ— Ela só aparece quando surgem problemas…
ㅤㅤㅤ— Hummm… Quando nos vemos novamente?
ㅤㅤㅤ— Amanhã no mesmo horário… Precisamos dar um jeito em quem está querendo dar um jeito em mim.
ㅤㅤㅤ— Tá certo!
ㅤㅤㅤ— Agora eu preciso voltar. Estou cheia de tesão pra trepar com Terry, mas tenho que voltar para aquele trabalho de merda.
ㅤㅤㅤ— Já falei que deveria trabalhar comigo.
ㅤㅤㅤ— Fui eu que fiz o convite primeiro, Romanenko. Não se esqueça.
ㅤㅤㅤOs encontros se seguiram até o dia da luta. Eu não conhecia o meu adversário, também não estava preocupada com isso. Era entrar, lutar e terminar logo aquilo. Naquela tarde, me encontrei novamente com ela.
ㅤㅤㅤ— Tem um cigarro aí?
ㅤㅤㅤ— Por que você não compra um maço?
ㅤㅤㅤ— Porque não quero que o Terry saiba que eu fumo. E além do mais, eu estou amamentando.
ㅤㅤㅤ— Mas você continua fumando.
ㅤㅤㅤ— É pra aliviar o estresse do trabalho. Pior que isso funciona.
ㅤㅤㅤ— Hummm.
ㅤㅤㅤ— Houve progressos?
ㅤㅤㅤ— Sim! Alguém da cúpula quer sua cabeça. Você deve ter feito uma merda muito grande.
ㅤㅤㅤ— Fiz tantas que não me lembro mais. Vamos de Vodka?
ㅤㅤㅤBebemos três garrafas naquele dia. Lilith parecia que queria transar o tempo inteiro. Poderia lhe chamar  de ninfomaníaca facilmente.
ㅤㅤㅤ— Não posso controlar. Mas não é doença. Ou eu fodo com Terry ou a humanidade estará perdida.
ㅤㅤㅤ— É um pouco estranho isso.
ㅤㅤㅤ— O mundo é estranho.
ㅤㅤㅤRimos disso e antes de me despedir eu falei:
ㅤㅤㅤ— Preciso de cobertura.
ㅤㅤㅤ— E vai pedir isso para uma dona de casa mãe de um garoto de poucos meses? Haha.
ㅤㅤㅤ— Clark está de férias do exército mercenário. Mas eu não acredito que esteja sozinho. Ou me foco na luta ou me foco em volta. Preciso de cobertura.
ㅤㅤㅤ— Terry vai lutar hoje à noite.
ㅤㅤㅤ— Eu sei! E aí? Conto com sua ajuda.
ㅤㅤㅤNos despedimos. A noite me dirigi ao local do combate. Um cais muito bagunçado, com os pisos em baderna, pessoas tentando se safar de alguns piratas que estavam no lugar. Acabei tendo que matar dois daqueles piratas que passaram a mão em mim tentando roubar algo. A vida é realmente uma fina linha tênue.
ㅤㅤㅤE por fim, acabei esperando meu oponente que parecia que não chegaria nunca. Também percebia a ausência de Lilith. Eu não acreditava que ela ia me deixar na mão. Por fim, o grandalhão apareceu.
ㅤㅤㅤ— Finalmente. Achei que venceria por W.O.



avatar
Соня Романенко
Visitante
Visitante

Aniversário : 1 de Janeiro
Lugar de Origem : Rússia
Mensagens : 6
Data de inscrição : 20/12/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [KOF - MM] CLARK STILL VS SONIA ROMANENKO

Mensagem  Kain R. Heinlein em Seg Ago 13, 2018 7:21 am

Clark tem até o dia 15 para continuar na luta.
avatar
Kain R. Heinlein
Visitante
Visitante

Aniversário : 16 de Fevereiro
Lugar de Origem : EUA
Mensagens : 14
Data de inscrição : 30/03/2018

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [KOF - MM] CLARK STILL VS SONIA ROMANENKO

Mensagem  Clark "IKARI" Still em Seg Ago 13, 2018 8:31 pm



Second Southtown, Flórida, EUA.
Horário desconhecido.


O militar descia da bicicleta e a deixava no chão, levando suas mãos aos joelhos ao mesmo tempo em que respirava fundo. O Ikari olhava para sua futura adversária e retirava o boné, tomando a posição ereta novamente. Still limpava o suor na testa com as costas da mão destra, colocando o boné preto novamente. O mercenário observava ao redor para tentar achar alguém da organização do torneio ou alguma câmera, pois a peleja provavelmente estava sendo transmitida ou controlada/observada por alguém. O olhar do loiro percorria todos os cantos, calculando-os em distância a partir de si e de Sônia, tal qual o tempo até se aproximar de cada detalhe do cenário e seu “status” de conservação, como por exemplo, a “ponte” de madeira daquele cais. Estava boa? Não, parecia velha e com várias falhas. Os barcos ao redor estavam vazios? Essas e outras perguntas passavam na mente do mercenário que logo tratou de flexionar seus joelhos, respirar fundo e correr em direção a oponente.


A luta deveria ser breve no que dependesse de Still. O loiro usaria seu tamanho para cortar com facilidade os quase três ou quatro metros de distância entre os lutadores, valendo-se da própria massa corporal para chocar-se de frente com a adversária e a derrubar no chão. Clark, apesar do porte físico grande, era rápido em corridas e se valia da mesma para alguns de seus ataques como o Mount Tackle - Clark Lift, onde o loiro tentaria levantar a oponente do chão e a lançar para o lado oposto, de modo que Sônia, supostamente, caísse para dentro d’água. O movimento, apesar de simples, supostamente tiraria a bela mulher do cenário e da luta. A movimentação do militar se encerraria por aí sem que o mesmo sequer tivesse emitido algum som de seus lábios (Clark não falou nada até aqui), contudo, era nítido o cansaço na respiração e na camisa suada do mercenário.

FIM.

avatar
Clark "IKARI" Still
Visitante
Visitante

Mensagens : 28
Data de inscrição : 24/12/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [KOF - MM] CLARK STILL VS SONIA ROMANENKO

Mensagem  Соня Романенко Ontem à(s) 5:17 pm



ㅤㅤㅤMeu adversário parecia cansado. Chegou de bicicleta e aquilo até que me fez segurar um riso. Mas era um combate, ele era grande, forte e aparentemente bonito, mesmo que eu não tenha visto seus olhos. Cruzei as mãos atrás da minha cabeça e o encarei enquanto ele fazia aquela mesura com o boné. Era hora de acabar logo com aquilo.
ㅤㅤㅤEle veio correndo enquanto eu o esperei com minha mão direita apoiada sobre o cotovelo esquerdo. Meu braço canhoto ficava esticado pra baixo e o antebraço direito abaixo dos seios. Minhas pernas ficavam um pouco afastadas uma da outra e eu ficava de lado para o grandão. Minha cabeça inclinada para baixo e meus olhos fixos nas ações do meu adversário.
ㅤㅤㅤFoi o momento exato para que eu fizesse um rolamento para trás, saindo do raio de ação do meu adversário e retornando com uma rasteira veloz e fulminante, com o efeito do ataque aumentando meu alcance, tentando neutralizar meu oponente, eletrocutando. O corpo dele deveria estar neutralizado para receber o chute rodado em seguida, que além de buscar cortá-lo e eletrocutá-lo com aquele golpe, o faria ir longe. Era o Serpent Bite.

ㅤㅤㅤ— Hmph!
ㅤㅤㅤDava pra notar que Lilith não havia dado às caras por ali ainda.



avatar
Соня Романенко
Visitante
Visitante

Aniversário : 1 de Janeiro
Lugar de Origem : Rússia
Mensagens : 6
Data de inscrição : 20/12/2017

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [KOF - MM] CLARK STILL VS SONIA ROMANENKO

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum